VISITE MEU NOVO SITE!

Caro Leitor,

quero convidá-lo a acessar meu novo site leonardopalmeira.com.br. Lá você vai encontrar todo o conteúdo deste blog além de informações de utilidade pública, um manual prático para pacientes e muitas novidades.

O blog continuará no ar, porém novos artigos serão publicados somente no site oficial. Espero que gostem!

21 de agosto de 2009

Gliose: você sabe o que é?



Tenho recebido muitos e-mails com perguntas sobre o significado de gliose e microangiopatia ateroesclerótica. Isto porque é comum este achado em exames de ressonância magnética cerebral em pessoas acima de 50 anos de idade. Já respondi inclusive a um depoimento deixado no blog a respeito, mas como é um assunto recorrente, resolvi abordá-lo melhor aqui.

Gliose é uma alteração da substância branca do cérebro evidenciada na ressonância magnética por lesões hiperintensas (esbranquiçadas) nas sequências FLAIR, geralmente proveniente de microangiopatia cerebral (doença de pequenos vasos do cérebro). Ela é decorrente de doença ateroesclerótica (formação de placas de ateroma na parede das artérias) de pequenos vasos.

Alguns fatores de risco são bem conhecidos, como tabagismo, alcoolismo, colesterol alto, obesidade, sedentarismo, hipertensão, diabetes e outras doenças que acometem vasos (vasculites, doenças reumáticas como Lupus). Existem outras doenças que podem cursar com gliose no SNC: Cadasil, p.ex., é uma doença hereditária (familiar) que cursa com essas alterações em pessoas em idade mais jovem. Estudos têm demonstrado que essas lesões também podem ocorrer com maior freqüência em pessoas portadoras de transtornos psiquiátricos, dentre eles o transtorno bipolar, a esquizofrenia, as depressões crônicas e a dependência química. Outros estudos já associaram também esses achados à enxaqueca.

A maior parte dos casos são assintomáticos, ou seja, a pessoa não sente nada ou o que sente não pode ser relacionado às glioses. Mas a simples presença delas indica a necessidade de algumas medidas preventivas, como combater o sedentarismo, controlar o colesterol, reduzir o uso de substâncias químicas como tabaco e álcool, controlar bem a pressão e os níveis de glicose no sangue, evitar o estresse, dentre outras medidas, como hábitos saudáveis de vida. Isto porque, com o avançar da idade, as glioses podem se transformar em um problema maior.

O número de lesões, sua localização, a idade do paciente e outros fatores relacionados ao envelhecimento cerebral podem predispor o paciente com glioses a uma doença degenerativa cerebral, como a demência vascular. É importante frisar que nem todo o paciente desenvolverá demência e que o diagnóstico de demência deve ser, antes de tudo, clínico. É preciso avaliar as funções cognitivas, como memória e atenção, para saber se aquela pessoa tem ou não demência.

O mais comum, porém, é o paciente com gliose ter alguma perturbação do humor, seja ela pre-existente ou consequência das glioses. Já atendi pacientes que não tinham os fatores de risco que citei, que não tinham doenças clínicas que justificassem as glioses, mas que possuíam uma história de depressão e transtono de humor ao longo da vida.

O termo “depressão vascular” tem sido utilizado para esses casos. Os pacientes podem evoluir com sintomas depressivos e ansiosos (crônicos), irritabilidade, intolerância, com algum grau de impulsividade. Em geral esses pacientes têm glioses na substância branca do lobo frontal em quantidade moderada a alta. O quadro é mais exuberante quando existem glioses nos núcleos da base, como o núcleo caudado. Outros sintomas que podem ocorrer são tremores, perda de equilíbrio e dores de cabeça.

É importante que o paciente procure um psiquiatra para uma avaliação e tratamento. A depressão vascular tem algumas peculiaridades, uma delas o fato de não responder bem a antidepressivos, mas existem outros medicamentos capazes de controlar os sintomas e devolver a qualidade de vida aos pacientes.

Outro aspecto crucial e de caráter preventivo é a preocupação com a neuroproteção, ou seja, estar atento para os riscos de um envelhecimento cerebral mais acelerado e para a ocorrência de demência. O paciente deve ser acompanhado evolutivamente quanto às suas funções cognitivas, como memória e atenção, para iniciar precocemente uso de medicamentos neuroprotetores e anti-oxidantes que o protejam melhor de uma doença degenerativa.

Glioses possuem alguns sinônimos como: microangiopatia isquêmica, ateroesclerose cerebral, doença ateroesclerótica cerebral.

243 comentários:

1 – 200 de 243   Recentes›   Mais recentes»
claury disse...

Meu marido tem 46 anos e começou a presentar irritabilidade e desatenção que associamos ao stress, em uma semana este quadro se agravou com perda de equilibrio e confusão mental culminandoem um surto agressivo, foi levado ao médico e internado para diagóstico.Apresentava no ato de internação diabetes alterada e hipertenção. Seu diagnóstico através de RM é de gliose por microangiopatia.Espero que exista um tratamento para ao menos minimizar os sintomas, pois ele altera lucidez com demência e é muito triste ver alguem que sempre foi independente precisar de ajuda para atos básicos.

Kl@uDynhA disse...

vim pesquisar sobre gliose e li este relato. Cuido de meu cunhado com 54 anos e está exatamente assim. É muito trsite ver uma pesoa antes independente e hoje depender totalmente de alguém.Ele não se comunica mais coma gente, as vezes faz suas necessidades fisiológicas na roupa, não consegue segurar os talheres, não toma banho sozinho,está totoalmente dependente. É muito triste.
um abraço
Cláudia Barbosa - RJ

Anônimo disse...

Klaudinha, meu marido continua internado, esta em coma e os médicos dizem q os sintomas podem ser de alguma outra doença sistemica ou causada por alguma bactéria. associada a gliose. Só espero em DEUS alguma resposta. Uabraço e força neta luta....

Blogão da RÊ disse...

Meu nome é Sandra tenho 36 anos,pratico ginástica de segunda a sabado,RPM, pumpy, e tudo mais que vcs possam imaginar e a 15 dias me apareceu uma dormencia do lado esquerdo do corpo, fiz todos os exames que podiamser feitos aqui em Roraima e não deu nada sou a pessoa mais saudavel do mundo, a não ser pelo fato que apareceu na minha ressonancia 3 focos de gliose, fui a 3 neurologista, um disse que eu tenho problema e preciso tratar,outro não sabe dizer e o terceiro mandou eu voltar a malhar porque eu não tenho nada. E como se explica a dormencia no lado esquerdo doi corpo e que agora está também na minha perna direita.Por favor será que alguém pode me indicar algum especialista pra isso?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Sandra,

é pouco provável que 3 focos de gliose provoquem uma dormência desta magnitude, mas isto não significa que não possa haver uma relação entre as glioses e seu quadro clínico. Quando um paciente possui dormências ou sintomas neurológicos sem que seja possível encontrar a causa, dizemos que a pessoa tem uma sindrome conversiva, que faz parte dos transtornos de somatização. Estes transtornos são tratados por psiquiatras e psicoterapeutas. É possível que haja uma base emocional para esses sintomas. Existem medicamentos e terapias que podem ajudá-la a melhorar. E como explicar as glioses? Podem ser achados coincidentes ou provocados por algum transtorno psíquico que ainda não tenha sido diagnosticado. As dormências podem ser pistas para se encontrar o seu diagnóstico, portanto, recomendo que procure um psiquiatra para uma avaliação. Boa sorte e um abraço!

Ana disse...

Tenho 26 anos, um tempo atrás tive dor de cabeça somente do lado esquerdo, onde os médicos me diziam q a dor era em virtude do bruxismo. Coloquei aparelho ortodôntico, há um ano atrás, e agora em novembro as dores voltaram mais intensas no lado esquerdo, uma dor insuportável q durou não mais q uma semana. Fiz RM onde ficou constatado ventrículos cerebrais dilatados, mas funcionando perfeitamente, sem cistos ou tumor (não tenho sintomas de hidrocefalia, em tese, nasci com os ventrículos assim). No entanto apareceu um pequeno foco de gliose, perguntado ao médico o q era, e se era grave, ele disse q não era pra eu me preocupar, q não era nada. Mas pediu q eu faça RM a cada 2 meses para acompanhar o desempenho apenas dos ventrículos, nada em relação a gliose. O q devo fazer? Procurar outro médico? Já q a gliose pode ter causa emocional ir direto a um psiquiatra? Já tive transtornos de pânico e depressão, mas nunca fiz um tratamento, apenas consultas esporádicas com um psicólogo. E hoje em dia é como está escrito acima, meu humor altera, me irrito facilmente,e as vezes tenho dificuldade de me lembrar das coisas, mas não é sempre. O q devo fazer?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Ana,

acho que deve procurar um psiquiatra para avaliação do seu quadro de humor, já que percebe essas oscilações. Outra coisa, será que as crises de cefaléia unilateral não são enxaqueca? Gliose é um achado comum também na enxaqueca. O fato é que com o tratamento adequado você vai prevenir novas lesões. Você é nova, não se preocupe com o resultado do exame, mas sim com seus estado de saúde. Quanto melhor você estiver, mais protegido seu cérebro vai ficar. E você deve ficar de olho na prevenção, pois as glioses poderão fazer diferença não agora, mas quando você tiver 50 anos. Por isso tome a decisão de se cuidar logo. Um abraço e boa sorte!

Anônimo disse...

Tenho um mal estar a noite quando estou quase adormecendo,me dá uma coisa muito ruim na cabeça e meu coração acelera.Ás vezes tenho a sensação que vou morrer, parece que vou apagar de uma vez. Ai levanto agitada e tremendo as mãos estranhamente. Tenho muita dor de cabeça e somente o zomig od que melhora, mas acho que ele está me fazendo mal.Fiz a ressonância e esta escrito provável foco com anormalidade de sinal na substância branca periventricular no centro semioval no lombo direito, devendo corresponder a fenômeno isquêmico cronico/e ou gliose.Sinto que tenho muita preguiça para pensar e concentrar.Tenho 52 anos. Isto tem como melhorar, estou preocupada.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

O que você menciona tem tratamento. É preciso procurar um psiquiatra para tratar da ansiedade e dos problemas cognitivos. Quanto ao achado na ressonância, é preciso uma avaliação médica para saber se tem ou não relação com o que está sentindo.

Priscila disse...

Bom dia!

Peguei hoje o resultado da minha ressonância e como consegui marcar o retorno com o meu médico somente daqui à 3 meses resolvi pesquisar um pouco mais sobre o meu resultado. Bom a conclusão do exame diz que há a presença de um pequeno foco de gliose na substância branca subcortical temporal esquerda e minima assimetria dos ventrículos laterais com predominio do esquerdo. Sofro com muitas dores de cabeça então esse resultado poderia ser uma das causas? Também acompanho com um endocrinologista um problema que tenho na tireóide e isso poderia ter alguma relação com o resultado do exame.Aguardo um retorno para ficar um pouco despreocupada.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Priscila,

acho pouco provável de um pequeno foco de gliose ser a causa de todo o problema. Ele pode ser um achado no exame que pode sim ter alguma relação com a doença, mas não é a causa em si. Um exemplo, enxaqueca pode cursar com glioses, assim como outros transtornos, inclusive a depressão, mas eles não são decorrentes de glioses, uma vez que muitas pessoas que têm glioses não são acometidas por esses transtornos. A assimetria ventricular segue raciocínio semelhante. Encontramos assimetria em pessoas com transtornos psiquiátricos, p.ex., mas a maioria dos que possuem assimetria ventricular não é acometida por transtornos mentais. Como leu no artigo, as glioses têm causas distintas e, em geral, são alterações inofensivas, a menos que sejam numerosas ou tenham localizações estratégicas que afetem determinada função mental. Um abraço!

Tales Paranahiba disse...

Brilhante artigo. Excelente!

Tenho gliose, e também síndrome do pânico e transtorno de ansiedade.
Mas graças a Deus tenho uma boa memória.

Ainda sou jovem, 30 anos.

Tomara Deus que não haja evolução mais grave.

Muitíssimo obrigado por esse artigo esclarecedor.

A paz
Tales

rosimere disse...

TENHO 43 ANOS, SEMPRE TIVE OTIMA SAUDE, NAO FUMO, NAO BEBO, MEU HUMOR É CONSTANTE, MAS SENTI UM CHOQUE NA CABEÇA, MEU BRACO ESQUERDO FORMIGOU E ADORMECEU. RESULTADO DA MINHA RESSONANCIA 'focos de alteraçao de sinal caracterizados po hipersinal em T2 e FLAIR possibilidade de gliose/microangiopatia/rarefaçao mielinica - estou DESESPERADA. sera q estou desenvolvendo esclerose multipla?????
POR FAVOR ME RESPONDA

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Rosimere,

é preciso ver a imagem da ressonância. Dependendo da imagem, pode haver confusão entre glioses e sinais de desmielinização, este último característico da esclerose múltipla. São doenças distintas com fisiopatologias diferentes. Sugiro que procure um neurologista para avaliar melhor o seu quadro. Um abraço!

Anônimo disse...

meu pai sofreu um acidente e bateu com a cabeça na primeira tomografia deu fratura e tce mas não foi preciso cirurgia apos um mes depois de um mes sentido dores fortes fez uma segunda tormografia e deu coagulo ele fez depois de passa por medicação uma rm e nela concluiu que o co0agulo havia acabado mas que ele tinha gliose como isso pode ter se formado? o medico disse que não era serio mas quero entende um pouco +. obg
janikely

Anônimo disse...

tenho 47 anos, fiz uma ressonancia do cranio e na primeira apareceu: Desmielizante na segunda apareceu:microangiopata gliose migran. Gostaria de saber detalhes,pois tenho tremores e falta de equilibrio e minha visão ñ esta muito boa.Gostaria da sua resposta Dr:Leonardo

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Janikely,

glioses podem ocorrer após qualquer lesão no cérebro, sejam isquêmicas, hemorrágicas ou traumáticas. Não tem como dizer qual a gravidade da lesão no caso de seu pai, por não examiná-lo e não ter a imagem. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Dependendo da quantidade e localização das glioses podem ocorrer sintomas neurológicos, sendo a falta de equilíbrio e tremores os mais frequentes. Procure seu médico para maiores informações. Um abraço!

janikely disse...

OBG PELA RESPOSTA MEU PAI PASSO POR UM NEURO ELE DISSE QUE O PROBLEMA NÃO E TÃO GRAVE E EL SO VAI PRECISA DE CONTINUA COM A MEDICAÇÃO POR MAIS UM TEMPO Q A GLIOSE NÃO IRA AFETA TANTO AVIDA DELE NOSSA NÃO NOÇÃO DO QUANTO FOI BOM SABE DISSO OBG PELA ATENÇÃO

Daniele disse...

Olá.Há dois meses atras minha mãe apresentou disturbio de fala e dormencia no MSE. A TC de crânio apresentou
- lacunas isquêmicas localizadas na ìnsula e na região periventricular superior à D e a E, no nivel dos gânglios da base características de sequelas de AVCi antigo;
- Leve redução da atenuação da substancia branca periventricular consistente com microangiopatia;
Será que o Dr. podia me esclarecer esse resultado, assim como o prognóstico.
Agradeço desde já.
Daniele P.

Daniele disse...

Mais uma coisa, minha mãe apresenta tremores, falta de equilibrio, falta de memória e enxaquecas frequentes, trata depressão e hipertensão. Obrigado.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Daniele,

as lesões em gânglios da base podem afetar o equilíbrio, causar tremores e prejudicar a memória. Glioses também podem causar dores de cabeça. Existem medicações que podem trazer alívio para esses sintomas e proteger o cérebro de sua mãe. O prognóstico é variável, depende do tratamento, de fisioterapia e reabilitação cognitiva, mas acredito que ela possa melhorar dos sintomas e se recuperar lentamente. É importante prevenir futuros episódios isquêmicos, cuidando da saúde dela como um todo (pressão, colesterol, dieta, atividade física, etc).

Norma Graciete Chicoli disse...

Meu marido esta com problema de continencia urinaria este problema pode se seguela de avc isquemico.fizemos uma tomografia e o resultado foi focos de cliose por migroangiopatia degenerativa

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Norma,

incontinência urinária pode ser periférica, ou seja, algum problema da bexiga e da uretra, ou central, proveniente de alguma lesão do Sistema Nervoso Central. Convém investigar bem as causas periféricas, que são mais comuns, pois é raro o quadro se apresentar devido à gliose, a menos que o cérebro esteja muito afetado por isquemias ou o paciente já esteja num quadro demencial mais avançado. Um abraço!

edilene disse...

olá minha mãe a um mês começou a ver tudo duplo levamos-a ao oftalmologista que diagnosticou como vidão dupla e a encaminho a um nerologista onde o mesmo fez algum testes e diagnosticou declinio de memória,solicitou uma ressomância onde foi concluido GLIOSE.gsataria de mais esclarecimentos pois estou muito preocupada.Ela é hipertensa diabetica,e tem colesterol elevado mas está tudo controlado,não apresenta confusão mental mas as vezes se esquece de alguma coisa como por exemplo o que foi pegar na geladeira.
um abraço.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Edilene,

glioses são achados comuns nos quadros demenciais. O fundamental para o diagnóstico de uma demência é o quadro clínico. Se existe declínio de memória, limitações para a autonomia da pessoa, episódios de confusão mental ou desorientação, pode realmente ser uma doença cerebral degenerativa. Nem todo mundo que tem gliose terá uma demência, mas entre os achados mais comuns nas demências estão as alterações da substância branca, que são as glioses. Por isso enfatizo tanto no texto a importância da avaliação clínica, de um teste neuropsicológico, enfim, para investigar melhor as perdas cognitivas, essas sim com valor diagnóstico forte. Um abraço!

ELIZABETH disse...

Olá Dr. Leonardo
Eu tenho 30 anos e acabo de receber o resultado da RM e pra piorar meu neurologista está de férias, lendo o laudo fiquei preocupado porque eu tenho SARCOIDOSE pulmonar, sou hipertenso, sempre tive uma dificuldade na atenção e memória, juntamente com transtornos de humor, sinto algumas vezes tontura e nos ultimos 15 dias estou sofrendo muito com enxaqueca, foi através deste sintoma que fiz RM e surgiu "pequenos focos e areas com sinal hiperintenso nas imagens pesadas em t2 e flair...coroa radiada e substancia branca periventricular e subcortical dos lobos frontoparietais,...podendo corresponder a gliose."
Tem haver com SARCOIDOSE?
Será o caso de procurar um outro médico?
Desde ja agradeço e aguardo ansiosamente.
Marcelo

José Linaldo disse...

Minha esposa submeteu-se, há um pouco mais de 1 ano e meio, a uma cirurgia para retirar uma lesão malígna na região do cerebelo (metástase de carconoma de pulmão). Não sabemos se por decorrrência da cirurgia ou não, desde então, vem apresentando problemas de desequilíbrio, seguidos de mal estar, náuseas e também dores de cabeça, sem que a gente tenha, até o momento, conseguido um diagnóstico e, assim, a medicação apropriada para o seu problema, que não melhora. A última ressonâncoa magnética realizada apresentou a seguinte conclusão: (i)alterações estruturais pós-cirúrgicas no hemisfério cerebelar direito e vermis cerebelar sem sinais de recidiva/restos tumorais e (ii) lesões focais hiperintensas em T2 e Flair, na substância branca bi-hemisférica sugestivas de microangiopatia isquêmica. Gostaria de saber, por gentileza, se é possível diagnosticar o problema dela, com base nos sintomas e na conclusão da ressonância. Muito grato pela orientação. José Linaldo. Brasília (DF).

Patty Jully disse...

Há dois meses venho sentindo intensas e constantes dores de cabeça, tonturas e enjoos. O neurologista me pediu para q fizesse uma RM, a qual diagnosticou três focos apresentando hipersinal na sequência FLAIR na substância branca do lobo frontal esquerdo, duas periventriculares e uma em situação subcortical, que medem menos que 0,5 cm de diâmetro cada. Gostaria de saber o que isso sinifica?
Grata,
Patrícia

karolina disse...

Boa noite!A um mês sofri um desmaio.Onde bati com o rosto no banco e abri o supercíio.De acordo com uma amiga que estava comigo, eu caí dura para frente.Só me lembro que senti uns calafrios,minha vista escureceu e apaguei.Recuperei os sentidos logo depois.Procurei um neurologista que me pasou uns exames inclusive ressonância,o nde foi detectado focos de hipersinal em T2 e FLAIR junto aos cornos anterior e posterior do ventrículo lateral direito inespecíficos mas que podem representar GLIOSE.
Ele queria saber o histórico da família também.A minha família tem histórico de eplepsia.
Gostaria de saber se tenho probabilidade de ter também?

Grata,
Karolina

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, por favor me ajude com as suas informações sempre balisadas...Fiz uma RM e peguei o resultado ontem, qual seja: "PARÊNQUIMA CEREBRAL - pequeno foco de hipersinal nas sequências ponderadas com TR longo no centro semioval em lobo frontal direito"
" ESPAÇO SUBARACNÓIDE - pequena lesão ovóide, alongada, apresentando hipersinal espontâneo expressivo em T1, localizada na cisterna quadrigêrmia, sem efeito expanssivo local, medindo aproximadamente 11x6x9 mm."
"HIPÓTESE DIAGNÓSTICA: a) Foco puntiforme de gliose/desmielinização em lobo frontal direito. b) Lipoma na cisterna quadrigeminal.
Tenho dor de cabeça, já tive convulsões, paradas respiratórias, desequilibrio, desmaios, apnéia de até 160 segundos e eventos de hopnéias, sinto-me cansado e apático, sem iniciativas, variadas com irritação e total falta de apetite, coisa que não tinha a algum temo atrás, etc... Poderia me ajudar com sua opinião??? Entre a gliose e a desmielinização, qual é a gravidade e possíveis transtornos ou sequelas de uma e da outra??? O que vem a ser a segunda??? Desde já obrigado pela atenção. Meu nome é Francisco e tenho 44 anos de idade.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Karolina,

apenas pela história é difícil estabelecer alguma relação com a epilepsia. Seriam necessários, além do exame físico, exames complementares, como o eletroencefalograma. Outras hipóteses a serem consideradas são hipoglicemia, arritmia cardíaca, distúrbios eletrolíticos. Sugiro que procure um clínico para melhor avaliação. Um abraço!

Anônimo disse...

Meu nome é Sabrina,tenho 37 anos e levo uma vida saudável. Há um ano faço tratamento p/ esclerodermia e cirrose biliar primária. Não tinha sentido nada até uns 5 meses atrás, qdo comecei a perceber (e me desesperar) com a perda de memória. Sempre tive mto orgulho da minha memória e facilidade de aprendizado. Estou cursando minha segunda faculdade. Porém, estou preocupadíssima com a dificuldade de lembrar de palavras habituais em conversas com amigos, família e trabalho. Sinto-me mto mal com tudo isso. Fiz uma RM, pois comecei a ter também visão dupla e dormência nas mãos, nos braços, nos pés e nas pernas. Ah, também nas laterais da cabeça. O resultado da RM foi: "Diminutas imagens hiperintensas em T2 e FLAIR, distribuídas de maneira esparsa pela substância branca do compartimento supratentorial, inespecíficas do ponto de vista de imagem, sem efeito expansivo ou realce anômalo pelo agente paramagnético, achado este que pode estar relacionado a gliose ao redor de espaços perivasculares proeminentes (medo!)ou mesmo ser encontrados em pacientes com quadro clínico de migrânea.
Pesquisando sobre gliose, cheguei aqui. Quão grave é o meu estado? O que devo fazer? Como deve proceder?
Preciso de uma luz.
Obrigada pela atenção.
Sabrina

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Marcelo,

sendo realmente gliose, podem ser coisas distintas, mas é preciso consultar um neurologista para descartar sarcoidose cerebral, uma vez que possui a forma pulmonar. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

José Linaldo,

sem ver o exame e sem examinar a paciente é difícil concluir a relação entre o exame e o quadro clínico, mas seu relato sugere que possa haver alguma sequela pela lesão cerebelar. O melhor é procurar um neurologista. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Patrícia,

é preciso ver se você não tem enxaqueca, já que é comum a associação com as glioses. Procure um neurologista ou cefaliatra. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Patrícia,

é preciso ver se você não tem enxaqueca, já que é comum a associação com as glioses. Procure um neurologista ou cefaliatra. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Francisco,

glioses e focos de desmielinização são imagens muito semelhantes pela RM e relamente podem provocar algumas confusões. Em geral, quando há desmielinização, observa-se acometimento do corpo caloso (estrutura central no cérebro que permite o cruzamento de axônios de um hemisfério a outro). Desmielinização é quando há perda da bainha de mielina dos axônios dos neurônios, prejudicando a condução nervosa. Pode provocar uma série de sinais neurológicos, como os que citou. A doença que mais se caracteriza pela desmielinização é a Esclerose Múltipla. Você precisa procurar um neurologista para um diagnóstico assertivo e para iniciar o tratamento. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Sabrina,

é difícil afirmar algo sem ver a imagem e sem examiná-la. É preciso investigar se pode haver associação com a esclerodermia ou com a enxaqueca, que não sei se já é um diagnóstico fechado. Espaços perivasculares alargados significa retração da substância branca e glioses também são alterações características de patologia da substância branca. Como escrevo no artigo, é preciso ver o número/extensão de lesões e suas localizações. Para dar perda de memória, tremores, etc, é preciso um acometimento mais extenso ou afetando regiões estratégicas, como a dos núcleos da base. Não sei se este é seu caso. Recomendo que procure um neurologista para avaliação diagnóstica. Um exame interessante é a testagem neuropsicológica, para saber qual a alteração de memória, se ela é de fato proveniente do quadro neurológico ou se pode estar alterada por fatores emocionais ou psicológicos. Um abraço!

Claudia Cattani disse...

Sou mãe de gêmeos dizigóticos de 6 anos, durante a gestação- 4º mês de gestação - tive uma queda da escada quebrando os 2 braços. A gestação transcorreu de forma normal, porém a menina quando começou a andar caía com facilidade. Comecei a levá-la em ortopedistas e a tratar de encurtamento do tendão de Aquiles, fazendo fisioterapias. Ela é uma criança como desenvolvimento intelectual normal, já escreve e lê algumas palavras no pré primário, podendo ser considerada melhor até que o irmão.No entanto, ela puxa a perna direita, e antes puxava também o braço direito, sendo que é canhota por imposição, tenho percebido que o pé direito parece estar atrofiando. Porém, o último ortopedista que fomos disse que na realidade ela deveria ter uma mínima paralisia cerebral,oriunda da gravidez ou do parto. Assim sendo, levei-a ao neurologista infantil que pediu uma ressonância magnética, o resultado é este:
Área focal de alteração de sinal na substância branca periventricular à esquerda, de aspecto inespecífico, podendo estar relacionada a gliose ou isquemia local.
Tem como observação: Sinusopatia maxilar bilateral.
Como estou tendo dificuldades para marcar retorno no HSPE solicito encarecidamente se o senhor poderia fazer a gentileza de explicar o que isso signifca, para que eu possa ter mais tranquilidade até retornar a neurologista.
Desde já agradeço, e que o Senhor o abençoe!
Obrigada,
Claudia

Esther disse...

Dr., meu pai tem 59 anos de idade e há alguns anos vem apresentado distúrbios mentais, primeiramente tratado pelos médicos como uma má oxigenação no cérebro devido à um estresse excessivo causado pelas intensas jornadas diárias de trabalho, onde ele passou a pesar praticamente metade do seu peso original (mais de 20 kilos). De uns 2 meses pra cá, o quadro dele piorou significativamente, quando ele começou a apresentar ausência de memória recente, irritabilidade com crises agressivas, criação de situações que não existem, dificuldade de audição, crises emocionais. Ele foi submetido a um psiquiatra que solicitou uma tomografia computadorizada e de imediato, ainda com o resultado no computador, o médico deu o laudo de uma gliose. Mas, o laudo final não confirmou a gliose. Estamos desorientados porque o hospital informou que nós teríamos que leva-lo de volta ao psiquiatra, pois da parte neurológica não havia mais nada a ser feito. Gostaria de saber da parte do senhor o que poderíamos fazer em relação ao meu pai. Obrigada!

Esther disse...

Dr., esqueci ainda de mencionar que meu pai fez uso, exagerado e frequente, de bebida alcoolica. Não era viciado, mas quase sempre, bebia todos os dias da semana, e com mais intensidade nos finais de semana.
Abraços, Esther.

Comunidade Aliança Eterna disse...

Boa Tarde Dr.Leonardo.Meu nome é Kamilly,sou médica e atuo na área da geriatria.Tenho uma paciente com 75 anos, há 3 apresentou AVEisquemico,com infartos lacunares bilateralmente, na ocasião da RNM foi verificado também áreas indicativas de gliose em substância branca periventricular subcortical e tronco cerebral. Queixa-se de perda de força, principalmente de MMII, do seu corpo para se manter em algumas posições, para andar, levantar do assento. Relata insegurança para andar e medo de cair. Sem história pregressa de quedas. Romberg negativo. Apresenta-se com Depressão maior com evolção compatível do período do AVC (apesar de já ter história prévia de depressão).Independente para as atividades diárias.Sem déficit cognitivo grave.Mini-mental:25.Qual a melhor conduta?Há relação da gliose nesse caso?Qual a melhor droga antihipetensiva??Grata pela atenção.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Kamilly,

pelo seu relato parece haver uma associação entre a clínica da paciente e os infartos lacunares. Não sei se existe acometimento cerebelar e de estruturas subcorticais da linha média, mas tenho acompanhado pacientes que apresentam glioses com essas queixas e que têm acometimento destas áreas. Como você menciona tronco cerebral, é possível que isto se relacione às queixas motoras e de equilíbrio. Sobre a melhor conduta, podemos conversar sobre isto reservadamente, pois não posso publicar aqui sugestões medicamentosas por motivos éticos que você compreenderá. Quanto ao anti-hipertensivo, não sei se existem estudos que comprovem eficácia superior de algum tipo específico, mas é fundamental que se consiga um controle rigoroso da pressão a despeito de ter novos eventos isquêmicos, que poderão agravar ainda mais o quadro. Um abraço!

volnei disse...

BOA TARDE!! SOU O VOLNEI CANCIAN SOUSA,TENHO 32 ANOS
EM 2007 SOFRI UM ACIDENTE , FUI ATROPELADO POR UM ONIBUS E TIVE TRAUMATISMO CRANIO ENCEFALICO GRAVE, FIQUEI 13 DIAS NA UTI, MAS GRAÇAS A DEUS NÃO PRECISEI OPERAR A CABEÇA POIS O SANGUE SAIU PELO OUVIDO, PASSADO TODO ESSE TEMPO E CONVIVENDO COM DEPRESSÃO DISTURBIO DO HUMOR, TONTURA REPENTINA, TENDO A SENSAÇÃO AS VEZES QUE VOU APAGAR AGORA FINAL DE 2009 FIZ UMA TOMOGRAFIA QUE ACUSOU GLIOSE ISQUEMICA SEQUELAR BILATERAL, ESTOU EM DUVIDAS QUANTO AO MEU FUTURO POIS JA SINTO ISSO IMAGINE NA VELHICE, O SENHOR PODE ME ORIENTAR A RESPEITO,
FICO NO AGUARDO DE UMA RESPOSTA E DESDE JA AGRADEÇO
DEUS ABENÇOE!!
VOLNEI CANCIAN SOUSA

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Esther,

o alcoolismo pode provocar lesões na substância branca (glioses) e, dependendo da extensão das lesões e de sua localização, causar alterações de humor e comportamento, como as que cita. Seria talvez importante fazer uma ressonância magnética, já que a tomografia não revelou nada, pois a ressonância é muito superior para analisar a substância branca do cérebro. Mas concordo com os médicos de que seu pai precisa de tratamento psiquiátrico, pois as manifestações que ele apresenta não são neurológicas e sim psiquiátricas. Mesmo que depois se confirme alguma lesão cerebral, na minha visão o psiquiatra é o melhor profissional para atendê-lo. Boa sorte e um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Esther,

o alcoolismo pode provocar lesões na substância branca (glioses) e, dependendo da extensão das lesões e de sua localização, causar alterações de humor e comportamento, como as que cita. Seria talvez importante fazer uma ressonância magnética, já que a tomografia não revelou nada, pois a ressonância é muito superior para analisar a substância branca do cérebro. Mas concordo com os médicos de que seu pai precisa de tratamento psiquiátrico, pois as manifestações que ele apresenta não são neurológicas e sim psiquiátricas. Mesmo que depois se confirme alguma lesão cerebral, na minha visão o psiquiatra é o melhor profissional para atendê-lo. Boa sorte e um abraço!

Anônimo disse...

Dr Leonardo,
Meu nome é Renata, tenho 39 anos,tabagista desde os 15 anos,enxaqueca desde os 20 aproximadamente, inclusive fiz uso de lorazepan por 6 anos consecutivos por indicação de um neurologista por conta da enxaqueca e insônia. Fui a vários neurologistas desde então que só pediam tomografia e nada encontravam, até que há 2 anos fui a um neurologista que solicitou uma ressonância que apresentou lesões multifocais com hiperintensidade de sinal comprometendo a substância branca periventricular, provavelmente relacionadas a isquemia/gliose por microangiopatia degenerativa. O neuro pediu para eu procurar um cardiologista porque deveria estar relacionado a hipertensão, já que tive eventos de hipertensão. o Cardiologista solicitou exames e não indicou medicação para controle de pressão porque nenhum exame indicou uma hipertensão (o que o neuro não concordou). Fiz nova RM no ano seguinte que relatou área de hipersinal na substância branca peri-trigonal bilateral s/ apresentar realce de contraste paramagnético,exercendo efeito atrófico local caracterizada pela acentuação dos átrios dos ventrículos laterais podendo estar relacionadas a leucomalácia. Meu neuro disse que pode ter havido algum "problema" no meu nacimento.
Estou confusa e preocupada, até porque percebo alterações de humor e memória. Pode me ajudar a esclarecer?

Obrigada

Lana disse...

Boa noite, tenho uma filha de 3 anos que apresenta pequenas areas de encefalomalácia circundadas por gliose na região córtico-subcortical da transição fronto-parietal bilateralmente.

bom não entendo estas nomenclaturas neurológicas então estou pesquisando cada uma delas, os médicos não me esplicaram o que seria isso de fato, somente que isso acarretaria num atraso no desenvolvimento. percebo que ela tem traços de bipolaridade , mas não tão fortes, momentos de forte agressividade que de segundo a outro se dissipam.

a mesma descrição de gliose dada em seu artigo tambem se aplica neste caso?
gostaria de tradução para isso.

obrigada pela atenção

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Renata,

chama a atenção o primeiro exame não ter revelado a leucomalácia, teria que comparar as imagens, pois leucomalácia sugere que ocorreu uma isquemia cerebral (antiga). Quanto à gliose, pode ser um achado associado à sua enxaqueca e também ao tabagismo. Mas o que de fato chama a atenção no seu caso é que, além dos resultados, você está se sentindo mal, com alterações do humor e da memória. Isto por si só já seria mais do que relevante para iniciar um tratamento. É o caminho para prevenir novos insultos ao seu cérebro. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Lana,

encefalomalácia ou leucomalácia é a imagem que corresponde à retração do parênquima cerebral por uma lesão cerebral prévia, geralmente isquêmica, mas que também pode ser hemorrágica, infecciosa ou pós-cirúrgica. É diferente da gliose, do ponto de vista da imagem e do conceito. Pode ocorrer na infância em decorrência de traumas de parto ou por outras razões. É dificil falar em sequelas, mesmo porque nosso cérebro é muito plástico e o da criança mais ainda. Áreas lesionadas podem ser compensadas por outras áreas saudáveis. Pode levar a sintomas psiquiátricos e déficit de aprendizagem, ou mesmo a problemas motores e de desenvolvimento (dependendo da extensão da lesão). Mas já vi pacientes com encefalomalácia que não apresentavam nenhum sintoma aparente. Enfim, cada caso é um caso, mas para todos o tratamento e a estimulação adequada pode ajudar muito na recuperação (não da imagem, mas da função). Um abraço!

Anônimo disse...

Minha tia tem 76 anos sem outras doenças e fez uma tomografia de cranio pois ela caiu e começou com dificuldade para andar. Ao mesmo tempo foi suspenso uma medicação chamada clorpromazina q o clínico prescreveu para ela dormir. A tomografia (não foi ressonância)foi sem contraste e deu o seguinte laudo na impressão diagnostica: 'microangiopatia desmielinizante com sinais de hipotrofia cerebral, podendo corresponder a areas de isquemia'.

Ela melhorou após tirar o remedio. Mas o que quer dizer esse resultado?

vania disse...

d leonardo tenho 46 anos estou tendo paralizia facial de repetiaçao a 1.3 meses sao 8 ate agora tenho dormencia no rost e no braço esquerdo fiz rs faz 15 dias ainda neuro nao viu mais deu microangiopatia de gliose com uma parte profunda branca no centro do celebro neuro tbm pediu 4 exames que fiz em sp colhido da espinha o liquido nao tenho resultado ainda estou preocupada poderia me ajudar obrigada vania am

Sheila disse...

Oi Dr eu tenho 29 anos uma dor de cabeça muito forte, e diariamente uma dor constante e intensa, quando ela vem muito forte mesmo sinto dormencia nos membros superiores chegando a ficarem tortos, caimbrars nas pernas, dormencia no nariz e boca, fiz uma ressonancia e deu focus de gliose, meu neurologista disse que tenho uma enxaqueca cronica e me receitou TOPIRAMATO DE 50MG de manha e a noite e um remedio manipulado ( NORTIPRITILINA 15MG, FLUNARIZINA 10MG, IBUPROFENO 500 MG )q quando eu tivesse os episódios de dores de cabeça tomasse SUMAXX. Porem tenho uma duvida Dr. tenho um sonho de ser mãe e ainda não sou, posso engravidar ? tomando essa medicação ? qual as minhas possibilidades ? de parar de usar a medicação ?

Carolini disse...

Olá!
Meu marido tem 42 anos e há algum tempo ele vem sentido dores de cabeça muito fortes. Ele é diabético, fuma, bebe , triglicerides e colesterol elevado. E é muito nervoso, as vezes na mesmo hora que está bem humorado muda totalmete. Ele fez recentemente uma angio ressonância com o seguinte laudo : Exame de Angio-RM dentro dos padrões da normalidade. Focos de alteração de sinal na substância branca dos centros semi-ovais e subcortical, de aspecto inespecífico, podendo representar isquemia gliose ou rarefação mielínica, de provável natureza microangiopática.
Gostaria que você desse um parecer sobre o caso. Estou preocupada... o retorno com o neuro é só semana que vem.
Obrigada

Monica disse...

Dr. tenho 42 anos e diábetes tipo 2 há uns 7 anos. De um ano pra cá comecei a perceber algumas falhas de memória, falta de atenção, raciocinio lento e esquecimentos.
Há três meses comecei a sentir uma pressão na cabeça, tontura e dor na nuca e as vezes em toda a cabeça uma dor pulsativa, procurei um neuro que passou RM de cranio. E o resultado foi: Estruturas encefálicas de topografia, dimensões e características de sinal conservadas.
Espaços perivasculares alargados adjacentes à comissura anterior.
Ventriculo laterais centrados e simétricos.
IV ventrículo anatômico.
Cerebelo de sinal preservado.
Não há evidências de impregnação anômala após administração venosa do agente paramagnético.
Sinusopatia maxilar bilateral e etmoidal esquerda com velamento quase total do seio maxilar esquerdo.

Como a minha médica está de férias, recorro ao Sr. para um esclarecimento se possível.
Desde já agradeço.

Mônica Pessanha

Anônimo disse...

Em 28 de abril de 2010 14:38, > Dr. Leonardo, minha mae tem 81 anos. Sempre muito ativa e independente,
> mesmo sofrendo constantemente de tonturas diagnosticada como labirintite
> cronica (se trata com Betaserc 2 ao dia a 10 anos), de uns 30 dias prá cá,
> tem tido visões noturnas, bate nas portas dos vizinhos pra reclamar que está
> sendo observada por eles ! e fraqueza a ponto de nao de se alimentar e nem
> tomar os medicamentos diários (co-pressotec, nitrendipino) sempre muito
> assustada e com esquecimentos de coisas imediatas, pergunta muitas vezes a
> mesma coisa. A medica psquiatra que cuida dela ha algum tempo (2 anos)
> diagnosticou choque emocional devido ao susto que levou quando viu a irmã
> mais nova na cama de uma UTI vitima de um derrame cerebral. receitou,
> entao, sertralina 50 mg duas vezes ao dia. nao vimos melhora, muito ao
> contrario, cada dia mais debilitada e assustada. Temos o resultado de uma
> ressonancia de cranio de abril/2010, com a seguinte conclusão:
> REDUÇAO VOLUMETRICA DO ENCEFALO
> MICROLEUCOANGIOPATIA/GLIOSE.
>
> Gostaria muito de sua opinião a respeito desse caso. Antecipadamente,
> agradeço muito.
>
> Marcia Darre - Sao Bernardo do Campo - SP
>
>

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Vânia,

sugiro que aguarde o término da sua avaliação com a neurologista. Como já discutido diversas vezes aqui no blog, gliose é um achado inespecífico. É preciso mais dados para relacionar isto à sua clínica. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Sheila,

você precisa conversar com seu médico. Algumas das medicações que toma são contra-indicadas na gravidez. Talvez tenha que esperar um pouco mais, até que melhore bastante e possa interrompê-las durante a gravidez, ou então conversar com seu médico sobre medicações mais seguras na gestação. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Carolini,

provavelmente as glioses são reflexos dos hábitos de vida e das doenças que ele tem. É preciso parar de beber e fumar e cuidar bem de suas doenças crônicas, controlando a glicose e o colesterol. Este é certamente um desafio, mas a única forma de evitar que essas glioses se tornem um problema maior no futuro! Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Mônica,

é preciso ver com sua médica, pois aparentemente a dor de cabeça pode ter relação com sua sinusite, evidenciada pelo exame. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Marcia,

pelo seu relato, sua mãe apresenta sintomas psicóticos e declínio cognitivo. O quadro pode ser início de alguma doença cerebral degenerativa e é preciso conversar com a psiquiatra sobre isto. O tratamento adequado pode não só melhorar o comportamento e a qualidade de vida dela, como prevenir o avanço rápido da doença. Um abraço!

rbvalenca disse...

Dr Leonardo, eu fui fazer uma RM do cranio - exame de rotina e descobri diminutos focos corticais de hipintensidade da sequencia gradiente e eco, podendo representar calcificações tendo cmo diferencial pequenos depósitos de hemossiderina.
focos de alteração de sinal no centro semi-oval frontal à direita, podendo corresponder a area de natureza sequelar.
Bom li o seu artigo sobre gliose pois o exame mostra gliose sequelar e fiquei muito preocupada, gostaria de saber a sua opinião.

agradeço sua atenção
rosane bernardes valença 43anos sp

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, boa noite.
Meu pai bateu a cabeça num acidente há 05 anos atrás e hoje na ressonancia o mostrou uma substancia branca corrompendo o cortex, rarefação milienica. O Sr. poderia me explicar o que seria isso, e se é grave? Obrigado.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Rosane,

sem ver o exame e sem examiná-la não tenho como dizer muito mais do que você leu no artigo. Depósito de hemossiderina ocorre quando há algum sangramento, mas pode ser confundido com calcificação, pois o sinal na RM é semelhante. Portanto, pode ser que o radiologista tenha ficado em dúvida entre uma lesão e outra. As glioses, geralmente de natureza isquêmica, estão no centro semi-oval, região em que são mais comuns. Isto significa que você tem um risco cerebrovascular maior e sugiro que consulte um neurologista e siga os cuidados que cito no artigo. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Não entendi a lesão: substância branca corrompendo o córtex? É preciso ver a imagem, sugiro que leve a um neurologista. Pode ser alguma sequela do acidente, mas é preciso avaliar melhor. Um abraço!

Anônimo disse...

Sempre fui uma adolescente com tendência à depressão. Fiz terapia por muito tempo pois tinha tendencia suicida. aos 23 anos após meu pai falecer tive depressão profunda por cerca de 1 ano a qual foi tratada com anti-depressivos e terapia. Hoje tenho 33 anos, tenho alteraçoes de humor mas apos o nascimento da minha filha nuca mais tive depressao ou desejo suicida. Entretanto, tenho dores de cabeça insuportáveis, que vêem aumentado a sua frequencia, sendo tao fortes que sinto ansia de vomito, tonturas e sinto que minha concentração que sempre foi eximia hoje deixa muito a desejar. Não consigo me concentrar nas coisas. Fiz um eletro que evidenciou "microconvulsões" (explicaçao médica para os termos) mas que segundo o neurologista podia nao ser nada. Pediu-se a RM e o que ela informou foi Focos inespecíficos de alteração de sinal na substância branca cerebral, podendo corresponder a espços perivasculares, glioses ou desmielinização. Estou bem preocupada pois exerço uma atividade muito arriscada profissionalmente e que aumenta meu nível de estress todos os dias. Pode me dar uma luz?

Anônimo disse...

Dr. Leonardo,

Tenho transtorno bipolar e utilizo medicações antidepressivas e estabilizadoras de humor.
Como meu sono e muito ruim fiz uma polissonografia e foi diagnosticada apnéia do sono.
Antes de fazer o exame,algumas vezes acordei de manhã com certa dificuldade em falar, como numa ligação de celular quendo a fala sai "picotada".

Em poucos minutos o sintoma desapareceu.
Esses eventos podem ter sido isquemias transitórias?
Em caso positivo, lesões antigas de AITs podem ser visualisadas em ressonância?
Existe uma diferenciação clara entre imagens de lesões isquêmicas e imagens de lesões causadas pelo transtorno bipolar?

Obrigado
JOÃO - RIO DE JANEIRO

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Em resposta a jovem de 33 anos que teve depressão na adolescência e início dos 20 anos. É possível que os sintomas atuais que descreve e o resultado de seu exame estejam associados ao transtorno de humor e à enxaqueca, mesmo que não tenha depressão ou idéias de suicidio como antes. Um humor mais oscilante pode afetar a concentração. Quanto ao exame, pode estar relacionado à enxaqueca e ao transtorno de humor, mas não vejo motivo para maiores preocupações. O ideal seria tratar de sua condição clínica, até para prevenir futuras glioses. Sugiro que procure um psiquiatra e um cefaliatra para avaliarem seu quadro. Boa sorte e um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

João, algumas perguntas só podem ser respondidas apurando melhor sua história e fazendo um exame neurológico minucioso, mas em tese o diagnóstico de Ataque Isquêmico Transitório é uma possibilidade que precisa ser descartada. Uma ressonância pode esclarecer, as lesões isquêmicas antigas podem ter glioses ao seu redor, mas dependendo do tempo de ocorrência, é possível diferenciar. Sugiro que converse com seu médico. Boa sorte e um abraço!

Sueli disse...

Tenho uma historia semelhante á essas que acabei de ler: qdo criança tive algumas convulsões que desapareceram em pouco tempo, em seguida e durante toda a minha vida tive dores de cabeça que são resolvidas com dipirona. Tenho 55 anos, um vida super ativa, sou dinamica, alegre, divertida, mas há 16 anos atrás comecei a sentir algumas tonturas acompanhadas de enjoos que foram diagnosticadas como labirintite. Há 6 anos atrás sofri um desmaio ao sair do banho e depois deste tive mais 10 episódios, todos pela manhã, ao sair do banho, com excessão de um que aconteceu enquanto eu dirigia, provocando um acidente gravissimo, onde por muito pouco perdia a vida.
Todos esses episódios são precedidos por uma "visão" de pessoas ou situações que não existem naquele momento, bem como um calor no peito, dormencia nos braços e em seguida perda de consciência. São segundos que parecem uma eternidade e qdo volto deste estado tenho tremores, cansaço, tristeza e sonolência.
Fiz exames cardiologicos, ginecologios e neurologicos - já passei por 5 neuros e recebi vários diagnosticos: epilepsia, doença desmielinizante com tendência a Alzheimer, esclerose multipla e finalmente provavel gliose, que poderá se transformar em demencia, no futuro. Na RM aparecem varios focos,uns 10, sinais muito pequenos e me foi recomendado inicialmente fenitoína e recentemente Gardenal e acompanhamento a cada 6 meses.
Não tomo nenhum desses medicamentos, por opção, e há 20 meses não tenho nenhum episódio, embora as tonturas continuem eventualmente e algumas dores de cabeça de vez em quando. Continuo alegre, bem disposta, mas sinto que meu humor tem sofrido alterações e minha tolerância está diminuindo.
Desculpe pelo comentário tão extenso, mas gostaria muito de saber sua opinião, Dr. Leonardo, se for possivel.

sulemosferreira disse...

Tenho uma historia semelhante á essas que acabei de ler: qdo criança tive algumas convulsões que desapareceram em pouco tempo, em seguida e durante toda a minha vida tive dores de cabeça que são resolvidas com dipirona. Tenho 55 anos, um vida super ativa, sou dinamica, alegre, divertida, mas há 16 anos atrás comecei a sentir algumas tonturas acompanhadas de enjoos que foram diagnosticadas como labirintite. Há 6 anos atrás sofri um desmaio ao sair do banho e depois deste tive mais 10 episódios, todos pela manhã, ao sair do banho, com excessão de um que aconteceu enquanto eu dirigia, provocando um acidente gravissimo, onde por muito pouco perdia a vida.
Todos esses episódios são precedidos por uma "visão" de pessoas ou situações que não existem naquele momento, bem como um calor no peito, dormencia nos braços e em seguida perda de consciência. São segundos que parecem uma eternidade e qdo volto deste estado tenho tremores, cansaço, tristeza e sonolência.
Fiz exames cardiologicos, ginecologios e neurologicos - já passei por 5 neuros e recebi vários diagnosticos: epilepsia, doença desmielinizante com tendência a Alzheimer, esclerose multipla e finalmente provavel gliose, que poderá se transformar em demencia, no futuro. Na RM aparecem varios focos,uns 10, sinais muito pequenos e me foi recomendado inicialmente fenitoína e recentemente Gardenal e acompanhamento a cada 6 meses.
Não tomo nenhum desses medicamentos, por opção, e há 20 meses não tenho nenhum episódio, embora as tonturas continuem eventualmente e algumas dores de cabeça de vez em quando. Continuo alegre, bem disposta, mas sinto que meu humor tem sofrido alterações e minha tolerância está diminuindo.
Desculpe pelo comentário tão extenso, mas gostaria muito de saber sua opinião, Dr. Leonardo, se for possivel.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Sueli, não tenho como falar sobre o diagnóstico, mas me parece que a conduta dos médicos que procurou é bastante coerente, pois a história sugere alguma forma de epilepsia, por isso a prescrição dos anticonvulsivantes. Sintomas de humor são comuns em quem tem glioses e sugiro que converse com seu médico, pois existem anticonvulsivantes que também possuem propriedades estabilizadoras de humor. Assim usaria um medicamento para as duas finalidades. Um abraço!

Virninha disse...

Dr. Leonardo,

Há algum tempo sinto fortes dores de cabeça o que acredito ser enxaqueca. O neurologista então pediu uma RM e o resultado obtido foi: Presença de pequena imagem arredondada hiperintensa em FALIR e T2 em núcleo caudado, adjacente ao corno frontal esquerdo (Gliose? Isquêmia? Desmielinização?)

Lendo em seu blog o conteúdo a cerca da Gliose, alguns "sintomas" se acemelham ao que sinto. Sinto fortes dores de cabeça principalmente do lado esquerdo, na maioria das vezes quendo tenho uma contrariedade e/ou ingerido bebida alcoólica em excesso. Não faço uso do cigarro, mas tenho uma rotina extremamente estressante, estou acima do peso. Ultimamente, devido ao stress estou tendo picos de pressão alta (atualmente estou tomando Losartan) e levo a vida muito sedentária, com oscilação de humor.
O médico informou que eu deveria tomar Carbamazepina 200mg, mas fiquei na dúvida pois ao ler a bula, fala sobre epilépsia, e no EEG o resultado informa que não foi observada atividade epileptiforme.
Resultado EEG: EEG realizado em vigília ativado pela hiperpnéia e fotoestimulação intermitente. Revelou surtos ocasionais de ondas lentas polimórficas nas projeções rolândico-parieto-occipitais esquerdas e menos frequente à direita. Este achado é sugestivo de discreta disfunção córtico-subcortical regional não específica e deverá ser correlacionado com dados clínicos para melhor visualização diagnóstica. Não foi observada atividade Epileptiforme.

O Dr. pode me dar alguma orientação?

Desde já agradeço.

Virninha disse...

Dr. Leonardo,

Complementando o que postei anteriormente, a título de infoamação que pode ser pertinente.
Minha mãe, minha avó e um ou mais familiar tiveram AVC. Minha mãe teve AVC aos 46 anos, depois daí, teve esquemias transitórias (várias). Atualmente está fazendo tratamento pois na RM foi visto que o cérebro dela está com retardo, a médica dela falou que está com o cérebro de pessoas com 85 anos.
Não sei se isso ajuda, mas...

Sds,

Virna Cardoso

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Virna,

o resultado dos exames, o quadro clínico que relata e mais a sua história familiar servem de aviso de que deve se cuidar se não quiser repetir a história de sua mãe e de sua avó. Como já comentei várias vezes aqui no blog, não existe coisa pior para os neurônios do que o estresse e, ainda com picos hipertensivos, os riscos são maiores. Talvez o tratamento de seu quadro emocional te ajude a controlar melhor seus níveis pressóricos. Quanto à carbamazepina, não tenho como afirmar se seria o melhor tratamento para você, mas a carbamazepina não possui somente ação anti-epiléptica, ela é um potente estabilizador de humor, pode ajudar no controle dos seus sintomas. É importante que converse com seu médico a respeito e esclareça suas dúvidas. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Virna,

o resultado dos exames, o quadro clínico que relata e mais a sua história familiar servem de aviso de que deve se cuidar se não quiser repetir a história de sua mãe e de sua avó. Como já comentei várias vezes aqui no blog, não existe coisa pior para os neurônios do que o estresse e, ainda com picos hipertensivos, os riscos são maiores. Talvez o tratamento de seu quadro emocional te ajude a controlar melhor seus níveis pressóricos. Quanto à carbamazepina, não tenho como afirmar se seria o melhor tratamento para você, mas a carbamazepina não possui somente ação anti-epiléptica, ela é um potente estabilizador de humor, pode ajudar no controle dos seus sintomas. É importante que converse com seu médico a respeito e esclareça suas dúvidas. Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Doutor.
Meu nome é Sílvio e tenho 39 anos. Gostaria, por gentileza me esclarecesse o resultado de um exame de RM feito por mim, ao sentir dores de cabeça. ANORMALIDADE FOCAL DO SINAL EM SUBSTANCIA BRANCA PERIVENTRICULAR DIREITA, COM HIPERSIANAL NAS SEQUENCIAS DE TR LONGO, SEM EXPRESSÃO EM T1. Gliose?
Agradeço desde já a atenção!

Anônimo disse...

Boa tarde Dr.
Tenho 42 anos. Problemas visuais específicos( Fundo tigroide, espessamentos de arterias e escavação apilar) e um micro aneeurisma na vista esquerda podem ter ligação com focos de gliose no lobo frontal e artérias comunicantes posteriores hipoplasicas emncontradas na RM?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Silvio, para saber se sua dor de cabeça tem relação ou não com os achados do exame, sugiro que procure um neurologista. No mais, é como falo no artigo. Gliose é muitas vezes um achado do exame e não um problema, por isso a necessidade de avaliação pelo especialista. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Glioses são lesões que aparecem em patologias vasculares, ou seja, doença de vasos sanguíneos. Neste sentido pode haver alguma associação, mas somente o médico poderá chegar a esta conclusão no seu caso em particular.

Michelli disse...

Boa Noite Dr Leonardo!
Gostaria muito de um auxilio, estou desesperada! Fiz uma RM do cranio e deu que eu tenho "SINUSOPATIA IMAGEM PUNTIFORME DE ALTERAÇÃO DE SINAL NA SUBSTÂNCIA BRANCA FRONTAL DIREITA DE CARATER INESPECIFICO, PODENDO CORRESPONDER A ZONA DE GLIOSE/MICROANGIOPATIA"

OBS: Sou bipolar, estou fazendo tratamento com psiquiatra e terapeuta, porém com pouco sucesso. Estou muito agressiva, nervosa e depressiva, meu humor está muito alterado.
Na rua tive uma rápida perca de memória, isso ocorreu por duas vezes. Ando esquecida.
Na minha família a quadros de depressão e mal de alzheimer.
Há dois meses fiquei internada com muita febre, dor no corpo, manchas vermelhas em todo corpo, dor de cabeça e dor no corpo. Esse quadro se repetiu recentemente, e ninguém descobriu o que eu tenho.

Me ajude!

Rafael F. disse...

Fiz uma tomografia de crânio que mostrou assimetria de ventriculos laterais. Veio no laudo como sendo variante. Gostaria de saber o significado disso. Faço tratamento para ansiedade e depressão há 05 anos. Obrigado desde já

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Michelli,

a gliose pode ser um achado no Transtorno Bipolar, mas não tem significância clínica na maior parte das vezes, conforme pode ler no meu artigo. Agora, você relata outros sintomas clínicos e psíquicos que precisam de maior investigação e que, em princípio, não parecem ter relação com seu exame. Sugiro que converse melhor com seu médico. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Rafael,

esse é um achado sem muita importância, considerado uma variação anatômica. Alguns trabalhos têm relacionado essa e outras variações com alguns transtornos psiquiátricos (principalmente bipolaridade e esquizofrenia), mas não explicam a relação de causalidade, ou seja, parecem ser achados ocasionais que estatisticamente se agrupam nos diferentes diagnósticos. Outra especulação é que essas alterações sutis poderiam ser consequência de pequenos desvios ou problemas do desenvolvimento cerebral, estes sim que teriam alguma relação com as doenças, enfim, não existe consenso e precisamos de mais estudos. De qualquer forma, não se preocupe, pois, na prática, isso nada muda no seu tratamento e na sua vida. Um abraço!

Cristine Emilin disse...

Dr.Leonardo.

Tenho 34 anos, sou diabético tipo 1 desde os 23 anos. Realizei uma ressonância magnética do crânio dia 13/07/10, e no laudo diz o seguinte comentário: "Raros focos inespecíficos de alteração de sinal na substancia branca dos lobos frontais, devendo representar pequenos focos de gliose" e "Espessamento do revestimento mucoso dos seios maxilares e etmoidais".
O Sr. poderia me explicar o que eu tenho e o que poderia me causar isso em diante?
Obrigado pela sua atenção.

Maria disse...

Boa Tarde Dr leonardo!!meu nome é Maria tenho 28 anos.

gostaria muito de sua ajuda pois me encontro muito angustiada,fiz um exame de ressonancia magnética e o resultado deu importante comprometimento da substancia branca bilateral,de forma difusa e simetrica,comprometimento dos segmentos mais basais e anteriores dos lobos temporais,sugerindo sindrome de cadasil,por favor me da uma luz, o que devo fazer?me preocupo muito porque estou na faculdade e tenho medo de não conseguir terminar,sinto enxaquecas e dificuldade de aprendizagem.

me ajude!
muito obrigada!! 18:11 AM,julho 21,2010

Maria disse...

Dr. Leonardo.
Tenho 25 anos e desde março sinto dormencia leve no MIE sem formigamento. Passei por angiologista, neurologista, reumatologista e hematologista. Na RM deu focos de hipersinais acometendo a substancia branca em T2 E FLAIR. Fiz exame de liquor que descartou doença desmilienizante. A neurologista acha que pode ser epilepsia sem convulsão ou algum problema de coagulação, por isso a hematologista, ou alguma doença reumatológica. A dúvida é essas imagens podem ser gliose? Além da dormência, que dura de 1 a 3 minutos e acontece de 5 a 10 vezes por dia nao todos os dias, sinto tambem tremor na mao direita. Faço tratamento de depressão há 1 ano e sou hipertensa. Existe alguma outra possibilidade para essa dormência ou essas imagens? Obrigada.

Ana disse...

Bom dia, Dr Leonardo.
Fiz uma RM e no laudo há sugestão de gliose. Resumindo meu historico:tenho 38 anos e sofro com crises de enxaqueca há alguns anos (normalmente ocorre no periodo menstrual). Ha dois meses tive algumas crises de ausencia de memoria(simplesmente não lembro de nada que aconteceu durante alguns periodos)e na primeira delas, minha filha disse q eu falei coisas desconexas, como se fosse um bebê. O q o sr acha? Fiquei preocupada com a questao da demencia q possa se deselvonver. Que tipos de tratamentos são feitos?
Obrigada, Ana

wilame disse...

Olá.
Tenho 20 anos e aos 17 anos sofri duas crises convulsivas, tomei medicamento até hoje, mas nesse período sofri e ainda sofro de fortes dores de cabeça , fiz uma Rm e o resultado foi Gliose/ Microangiofagia. O Médico disse que para essas lesões não há medicamento apenas se pode tratar os sintomas. Gostaria de saber se é realmente isso que não remédios, para essas lesões.
Grato desde já Wilame.

Anônimo disse...

Olá Dr. gostaria me esclarecesse uma situação. Tenho 27 anos e fiz um exame neurologico onde apareceu um quadro de uma possível pequena gliose. Devo me preocupar?

Desde já agradeço.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Cristine, glioses são comuns em quem tem diabetes, é preciso controlar bem a doença e em geral essas lesões são benignas e não causam danos maiores, mas se aumentarem, podem comprometer o humor e a memória. Sugiro que converse bem com seu endocrinologista. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

CADASIL é uma doença familiar, hereditária, cuja característica central são as lesões microangiopáticas conhecidas como gliose. Você precisa procurar um neurologista. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Maria, é preciso investigar melhor esta dormência e se existe relação com os achados do exame. Como falei no artigo, é comum que as glioses não estejam relacionados a nenhum sintoma específico, tudo depende da localização e extensão das lesões. É preciso levar seu exame para um neurologista ou psiquiatra. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Ana, acho importante investigar melhor e esclarecer essas crises de ausência. Procure um neurologista. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Wilame, o tratamento é sintomático. É importante prevenir novas lesões, através de controle rígido das doenças de base (hipertensão, diabetes, depressão, enxaqueca, epilepsia, etc), atividades físicas, evitar álcool e cigarro ou outras drogas, controlar o estresse. Medicamentos que possam ajudar no controle dos fatores emocionais podem ser benéficos. Um abraço!

danielle disse...

dr. meu pai está com redução dos coeficientes de atenuação da substância branca profunda adjacente aos ventrículos laterais, que correspode provavelmente a gliose por microangiopatia arteriosclerótica e outros fatores, com isso está também com fortes dores de cabeça e visão dupla, o médico receitou topiramato, ele toma anticoagulante para aritimia cardiáca. será que o remédio ministrado está correto?
a visão dele tem como melhorar, pois ele está assim a mais de três dias.

Anônimo disse...

boa noite dr meu esposo tem 50anos e vem tendo muita dor de cabeca e ela nao dorme ha mais o menos 4 anos ele toma frontal pra dormir mais agora nao ta resolvendo mais ele fez uma ressonancia eo resultado foi microangiopatia desmializante e griozes infartos amedica que cuida dele esta aguardo resultado de polissonografia e ele tem muito nervo eu nao sei oque fazer por favor me orinte e que deus nos ajude acuidar dessas pessoas que tem esse tipos de doencas obrigada

Andreza disse...

Dr meu pai tem 75 anos sofre de hipertensão, toma antidepressivos a muitos anos, de um tempo pra cá começou a apresentar um quadro depressivo, de irritabilidade e tremores. Foi feita uma RM que apresentou gliose/ microangiopatia degenerativa/ esquemia e hemossiderina, ele foi a um neurologista que pediu para não comer mais carne vermelha e receitou para tratamento STALERNO 50/1215/200. Gostaria da sua opinião sobre o tratamento indicado. Obrigada.

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Sérgio R. Alcantara e estou com um problema, e gostaria de sua opnião. Meu filho tem 1 ano e 11 meses e ao nascer teve alteração na bilirrubina, chegando a 26 por cento. Ele foi para a UTI e precisou fazer transfusão sanguinea total, sendo informado a mim que ocorreu uma incompatibilidade sanguinea minha com a mãe, sendo que eu sou A+ e a mãe O+(POSITIVO), obtendo a informação que foi um caso raro.
A evolução do meu filho(João Pedro) não estava de acordo com a idade, tendo atraso motor, fala, e não demonstra ter muita atenção(descartando o AUTISMO). Com tudo isso ele fez uma TOMOGRAFIA e nada foi apresentado segundo a médica dele, mas passando alguns meses a médica resolveu pedir uma "RM", onde a conclusão desta foi a seguinte:

Tênues focos de hipersinal nas sequências na substância branca peri-trigonal bilateralmente, sem efeito de massa ou impregnação pelo meio de contraste paramagnético, que podem estar relacionados a GLIOSE ou mesmo zonas de mielinização terminal, na dependência da correlação com dados clínicos e controle evolutivo.

Eu como pai, preciso tentar de tudo p ajuda-lo e peço que me ajude com uma segunda opnião sobre esta conclusão.

Atenciosamente.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Sérgio,

é preciso levá-lo a um psiquiatra e neurologista infantil. Em primeiro lugar, avaliar o quadro clínico atual, que pelo que descreve pode ser algum transtorno do desenvolvimento. Pode haver alguma relação com a história do parto e as alterações do exame, que não são habituais na idade dele. O tratamento deve englobar a estimulação precoce e medicamentos (se for o caso), além de orientação aos pais. Boa sorte!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Peço desculpas aos autores das demais mensagens. Não tenho como avaliar adequação de tratamentos sem conhecer o paciente ou examiná-lo melhor. O exame é complementar, é preciso conhecer a história e a clínica de cada caso. Obrigado!

Anônimo disse...

Olá Doutor, meu nome é Adriano Oliveira, tenho 21 anos, queria pedir muito a sua ajuda a respeito do meu caso que vou contar agora,sei que sem duvida o senhor vai me mandar eu ir em um neurologista para fazer os exames mais detalhados antes do diagnostico, mas queria que com sua experiência,o senhor poderia me dizer o que poderia ser como possiveis quadros. Pois bem, desde de 3 mêses atras venho sofrendo de uma fato muito curioso. Toda vez que acabo de jogar futebol, tenho perdas visuais transitórias, que duram cerca de uma hora ou alguns minuto. Minha visão fica com uma capacidade reduzida. Aparecem como se fossem manchas de luz quando se olha para uma lampada, só que nao consigo ver de jeito nenhum, as vezes perco visao lateral e consiguo ver apenas o que está em minha frente como se perdesse a visao mais panoramica de ver dos lados dos olhos. As vezes é o contrário, vejo bem nos lados e muito ruim na minha frente.
Assim como a visão, as vezes nenho uma perda da capacidade de compreensão das pessoas, como se todo mundo que se tivesse falando em outra lingua comigo, muito estranho mesmo, mas como a visão, eu so perco essa capacidade tbm por algumas horas ou minutos.
Quero lhe dizer que todas as vezes em que tive esses sintomas, foi apos eu jogar bola , no caso, uma atividade física.
Primeiro pensei que o problema fosse no coração, ou até na carotida, então fuí em um cardiologista fiz alguns exames e,
ate ir ao cardiologista ja tinha tido tres episodios desses, todos após jogar bola. Porém, neste meio termo, nao estava praticando mais nenhuma atividade fisica, pensando que os sintomas eram acarretados as atividades, no caso o futebol.
Até que em uma manhã, fiz uma atividade bem leve,
que nem aumentaram muito meus bpm, deu apenas pra soar, nao teve esforço nenhum para o coracao e nao tinha nada visto os exames do cardiologista. Então apos o "esquenta" fui tomar banho e, apos de alguns minutos depois dele, tive novamente aqueles sintomas de anteriormente. Discartado algum problema no coração vi uma coisa que eu sempre faço após ao meu fubebol que acho que acarretava os meus sintomas, tomar banho.
Após este caso,teimoso que sou, fui tentar comprovar minha suspeita jogando bola. Depois da bola, já em casa fiquei mais de uma hora esfriando o meu corpo e depois fui tomar banho de corpo frio. Após o banho, passou 1,2,3 horas e não tive nenhum nenhum daqueles sintomas. Isso foi na semana passada até aí tive 4 episodios desses.
Até que ontem fui jogar futebol novamente e apos voltar para casa voltei para tomar banho sem esperar muito tempo para esfriar o corpo. E , novamente tive mais um episodio desses.
Tenho quase certeza que esse meu problema é por causa desse banho após atividade, no caso o futebol.
Com certeza vou em um neurologista, mas com sua experiência doutor, o senhor poderia me dizer se poderia ser algum problema no cérebro,cerebelo ou bulbo ou qualquer coisa da área neurológica, já que pra mim isso é caso muito estranho, visto que nunca vi ninguem conhecido meu que tivesse algum caso parecido com o meu, sei que pro senhor nao deva ser.
Me esqueci de mencionar tambem que contado com esse episodio, ja tive 5 iguais a esse, e que um dos sistomas tbm é que em 2 episodios dos 5 como o de ontem, teve uma certa paralisia do braço esquerdo e da minha boca do lado esquerdo.
O que o senhor acha doutor?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Adriano,

seu caso realmente parece ser atípico, mesmo para um especialista. É necessário uma avaliação neurológica, como já suspeitava, e provavelmente exames, como eletroencefalograma e algum exame de imagem para tentar investigar o motivo pelo qual tem esses sintomas. Infelizmente não tenho como adiantar hipóteses diagnósticas sem examiná-lo. Boa sorte e um abraço!

sibele disse...

OláDr.Leonardo,fiz uma RM para investigação de labirintite e para minha surpreza o laudo deu:focos hiperintensos situados ns bubstancia branca dos lobos fronto-parientais,de sapecto inespecífico,podendo corresponder a gliose por microangiopatia degenerativa.Tenho 47 anos não fumo,nem bebo pratico atividade física regular,porem,faço uso de sinvastatina.Após ver tantos relatos fiquei muito preocupada.Já me foi indicado neurologista.O senhor pode me adiantar algo para minha asniedade melhorar até a minha consulta?Desde já agradeço.

shirleykarla2010 disse...

Olá Dr. Leonardo Figueiredo,
Bem no começo do ano tive três convulsões não repentinamente.Fiz 2 tomografias e 1 ressonância e não deu nada. Hoje, sinto uma dormência na minha canela direita e no pé.O que será? Ando angustiada e aflita.Tenho 23 anos.
Obriagada,

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Shirley, procure um neurologista, caso não encontre nada, pode ser emocional, neste caso valeria a pena ir a um psiquiatra. Boa sorte!

Camilla disse...

Dr. Leonardo, boa tarde!!! O laudo neurológico do meu pai apresentou "focos de isquemia cronica/gliose desmielinização". Meu pai é bastante estressado, tem pressão alta, colesterol alto, bebe bastante e está bem acima do peso. Comecei a ler sobre o assunto e tb me lembrei que ele apresenta queixas no sentido de que as vezes "dá um branco", ele do nada perde totalmente a noção do que estava fazendo, é questão de segundos, mas logo volta. O remédio que lhe foi indicado foi o depakote 250 g. e noodipina 30 mg. Estamos muito preocupadas. Gostaria que o Sr. nos orientasse. Obrigada!

Lithiel disse...

Olá! Eu sou estudante de medicina no Rio Grande do Sul e encontrei o seu blog procurando a respeito de Gliose. Agora me sinto com a obrigação de te parabenizar pelo site! Muito bom o texto e muito interessante os assuntos abordados. Vou guardar o link para ler mais assim que tiver uma folga nas provas :)

marjory disse...

Dr.Leonardo, estou com uma crise de enxaqueca há mais de 10 dias e fui submetida a uma RM. O resultado foi: focos com sinal hiperintenso nas sequencias em T2 e FLAIR,não captantes de contraste,dispostos bilateralmente na substancia branca subcortical dos lobos frontais e parietais, no centro semi-oval direito, coroa radiada e na região subinsular esquerda,de aspecto inespecifico,devendo corresponder a minima gliose. Devo consultar um neurologista ou um psiquiatra? pois quando li essa sua materia me identifiquei em varios aspectos além da dor de cabeça. Pode ser realmente depressão? estou preocupada e os medicos não tem encontrado uma resposta para mim. pode me ajudar?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Camilla,

este é um dos tratamentos. O Depakote é um estabilizador de humor e pode acalmar seu pai. Mas neste caso é preciso acompanhar a evolução para ver a resposta com os medicamentos, sendo comum precisar tyrocar e/ou associar outros, mas acho que está no caminho!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Marjory,

tanto faz um neurologista ou psiquiatra, mas se percebe que ocorrem também alterações de humor (depressão, ansiedade, etc), acho que o psiquiatra seria uma melhor opção. Boa sorte!

dani disse...

Olá Dr estou realmente preocupada
Desde janeiro apresento convulsoes, dores de cabeça etc.
O meu medico pediu um monte de exames de sangue, como sodio potasssio, calcio, magnesio, hemograma. A unica alteração foi no de magnesio que deu 1,5mg/dl e o normal segundo o laboratorio seria 1,9mg/dl. O laudo do eletro foi normal e o da ressonancia que é o q me preocupa deu: presença de algumas imagens ovaladas arredondadas sem efeito expansivo que apresentam hipersinal nas sequencias Flair e pesadas em t2, dispersas pela substancia branca cerebral bilateralmente. Pequena imagem infracentimetrica com sinal semelhante ao liquor na substancia branca periventricular a esquerda.
Ventriculos cerebraais, sulcos corticais, cisternas, fissuras, hipocampos de volume e sinal normais. Tronco cerebral cerebelo e IV ventriculo de aspecto normal, auxencia de coleções extraaxiais. Apos a administração do contraste nõo foram observadas zonas de realce anomalo.
Conclusao: alterações leves da substancia branca cerebral compativel com areas de desmielinização, gliose e/ou infartos incompletos. Pequeno foco infracentimetrico lacunar na substancia branca periventricular a esquerda.

Obs: Quando criança tomei depaquene ate 16 anos, pois tinha convulsoes simples, com perda de consciencia e de urina apenas. Não me batia nem nada. E agora quando tive durou uns 10 minutos, a parte preta do olho mexia para o lado e para cima, dava uma roncadeira, queda de pressao, e fiz xixi na roupa tb. Dr. o que significa esse laudo? Devo me preocupar? So tenho consulta agora em dez. isso seria motivo para eu adiantar a consulta?
Obrigada desde ja e abraços
Meu nome é Danielle e tenho 25 anos e 7 meses.

Anônimo disse...

Bom dia,minha aluna de 3 anos teve um desequilibrio e notei que ela não estava bem e seus olhos estavam virando,com isso ela teve uma queda do segundo degrau do brinquedo onde ela estva mais ou menos uns 30 a 40 centímetros .Caiu sentada e logo o corpo se virou para tras e bateu com a nuca no chão.Ela continuou a se debater e depois teve um desmaio,não demorou muito a acordar e começou a vomitar,isso foi ao caminho do hospital.Chegando lá fizeram um exame de sangue e sua glicose estava em 240.Por que isso aconteceu?O desquilibrio pode ter sido decorrente da situação da glicose?Pois foram feitos todos so exames de mapeamento no cérebro e não acusou nada e no dia seguinte sua glicose já estava a 70.

Cleide disse...

Boa tarde Dr. Leonardo estou preocupada na rm q fiz deu "pequenos focos com tênue anomalia na substância branca celebral bilateralmente, de aspecto inespecifico,focos de gliose de etiologia,microangiopatiao neurologista disse q tenho labirintite pois sinto muitas tonturas,dores musculares,e minha memoria diminuiu muito,gostaria de uma orientação,desde já muito obrigado!

luciana sadala disse...

BOA NOITE,ESTOU MUITO PREOCUPADA, FIZ UMA RM E UMA TC HA 6 MESES E APARECEU UM CISTO ARAC. DE 3 CM SEGUNDO O MEDICO...NORMAL, NAO CONFORMADA VOLTEI ESTE MES RECLAMANDO DAS DORES DE CABEÇA, DAS TONTEIRAS E DA VISÃO TURVA DO OLHO ESQUERDO , ELE PASSOU OUTRA RM E APARECEO O SEGUINTE:FORMAÇÃO CISTICADE 2,2X2,1 CM NA FOSSA POSTERIOR , NA CISTERNA DA PLACA QUADRIGEMINAL. ELE DISSE Q TENHO Q OPERAR URGENTEMENTE SE NÃO IREI MORRER, ELE DISSE Q AKI EM MANAUS NÃO FAZEM ESSE TIPO DE CIRURGIA POR ISSO DEVO IR PRA SÃO PAULO,POR FAVOR DE-ME SUA OPNIÃO E ME DIGA QUAIS OS TIPOS DE CIRURGIA EXISTE NO MEU CASO VISTO Q AKI EM MANAUS DEIXA MUITO A DESEJAR SOBRE PROFISSIONAIS NA AREA DE NEOROCIRURGIA,SE POSSIVEL MANDE A RESPOSTA POR E-MAIL, GRATA DE SER ATENTIDA.

luciana_sadala@hotmail.com

EDSOM Sonorização e Iluminação disse...

Dr. fiz uma RM do crânio e o resultado foi o seguinte: nas imagens ponderadas em T2 e FLAIR indentificam-se alguns pequenos focos de hipersinal localizado na substância branca subcortical principamente nos locos frontais e parietais por mínimo grau de microangiopatia. O que significa isto? Tenho 32 anos, pratico esportes, nunca fumei e meus exames de sangue deram resultado normais.Grata

dani disse...

Olá Dr estou realmente preocupada
Desde janeiro apresento convulsoes, dores de cabeça etc.
O meu medico pediu um monte de exames de sangue, como sodio potasssio, calcio, magnesio, hemograma. A unica alteração foi no de magnesio que deu 1,5mg/dl e o normal segundo o laboratorio seria 1,9mg/dl. O laudo do eletro foi normal e o da ressonancia que é o q me preocupa deu: presença de algumas imagens ovaladas arredondadas sem efeito expansivo que apresentam hipersinal nas sequencias Flair e pesadas em t2, dispersas pela substancia branca cerebral bilateralmente. Pequena imagem infracentimetrica com sinal semelhante ao liquor na substancia branca periventricular a esquerda.
Ventriculos cerebraais, sulcos corticais, cisternas, fissuras, hipocampos de volume e sinal normais. Tronco cerebral cerebelo e IV ventriculo de aspecto normal, auxencia de coleções extraaxiais. Apos a administração do contraste nõo foram observadas zonas de realce anomalo.
Conclusao: alterações leves da substancia branca cerebral compativel com areas de desmielinização, gliose e/ou infartos incompletos. Pequeno foco infracentimetrico lacunar na substancia branca periventricular a esquerda.

Obs: Quando criança tomei depaquene ate 16 anos, pois tinha convulsoes simples, com perda de consciencia e de urina apenas. Não me batia nem nada. E agora quando tive durou uns 10 minutos, a parte preta do olho mexia para o lado e para cima, dava uma roncadeira, queda de pressao, e fiz xixi na roupa tb. Dr. o que significa esse laudo? Devo me preocupar? So tenho consulta agora em dez. isso seria motivo para eu adiantar a consulta?
Obrigada desde ja e abraços
Meu nome é Danielle e tenho 25 anos e 7 meses.

Anônimo disse...

Bom dia Dr. Leonardo estou preocupada pois meus exames de RM e angioressonância acusou gliose não me preocupo com isso, mas o que me preocupa mesmo é o esquecimento que cada vez mais constante, irritada demais por qualquer coisa de modo que meus filhos já questionam o por que de tanta irritação mesmo sem fazerem nada,as vezes me desequilibro,sinto tonturas.Gostaria de saber se a motivo de preocupação? Obrigado! Vanessa. MG. Tenho 38 anos.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Danielle,seria importante ver a imagem e examiná-la, pois é possível que haja relação entre a imagem e as crises convulsivas. Sugiro que consulte seu médico logo para que ele possa ver os exames e medicá-la. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

A situação da menina de 3 anos que caiu pode ter várias explicações, como crise convulsiva, hiperglicemia, distúrbio metabólico, enfim, é preciso levá-la ao médico para uma investigação mais detalhada.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Luciana, não sou neurocirurgião e não tenho seus exames em mãos para opinar, acho que o melhor seria procurar um neurocirurgião fora de sua cidade, já que não encontra alguém de sua confiança. Boa sorte!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Pessoal, muitas das perguntas feitas aqui sobre glioses já foram respondidas no artigo que trata do assunto e nos demais comentários desta seção, portanto, sugiro que leiam os outros comentários para não ficar redundante. Obrigado pela compreensão!

Ingrid Lais disse...

Boa noite Dr. Leonardo,
Meu nome é Ingrid, sou estudante do 11ºperiodo de medicina e ontem vi um caso na emergência de um hospital do publico da baixada fluminense que me estimulou muito a querer aprender,mas quando cheguei em casa para começar a pesquisar obtive poucas respostas. O caso: Pct, feminino, negra, 55anos, HAS em tto regular(não sei especificar as medicações)no dia 9/11/10 inicia quadro d agitação e desorientação. Familia busca atendimento de emergência: Pa 170x110mmhg,exames disponiveis na emergencia e realizados SIC foram HC,ur,cr,glicemia,EAS e ECG tds sem alterações. PA é normalizada e paciente ainda desorientada e agitada é liberada(SIC).No dia 10/10/11 pct enconrtra-se sonolenta e torporosa.Familia busca novo atendimento hospitalar PA:110x70mmgh Pupilas fotorreagentes reflexos neurológicos presentes e sem alterações, pct responde ao chamado do examinador com movimentação dos MMSS e MMII porem sem abertura ocular,glicemia 109mg/dl leuco,plaq,serie vermelha,EAS tds sem alterações.TC de crânio: encefalomalácea e area isquemica.
Essas são as informações que tenho do caso. P.S. familia nega trauma e infecções recentes.
AO ver esse caso fiquei muito interessada em estuda-lo, descobrir as possiveis causas,tto ,prognostico etc. Mas não encontra artigos falando sobre pcts adultos, não estou conseguindo material para maior aprendizado do caso. Bem, espero ter sido clara, e mesmo sabendo que não é sua especialidade, que o senhor possa me ajudar de alguma forma, seja fornecendo material,ou maiores esclarecimentos.
Att
Ingrid Mendes

SHEYLA disse...

MEU AVÔ TEM 77 ANOS, HIPERTENSO E DIABÉTICO E HÁ +/- UM ANO VEM APRESENTANDO CRISES CONVULSIVAS AO DURMIR COM PERDA DA CONSCIÊNCIA.PROCURAMOS UM NEUROLOGISTA QUE SOLICITOU UM RM DE CRANIO E O RESULTADO FOI DE MULTIPLOS FOCOS DE GLIOSE/ RAREFAÇÃO MIELÍNICA NA SUBSTANCIA BRANCA DOS HEMISFERIOS CEREBRAIS,DECERTO RELACIONADAS A MICROANGIOPATIA.TEM APRESENTADO RIGIDEZ MUSCULAR E ESQUECIMENTO. ESSA GLIOSE TEM A HAVER COM AS CONVULSÕES, UMA VEZ QUE ESTA TOMANDO TRILEPTAL 600MG E CEPACOTE 500MG? E DE QUE FORMA PODE SER TRATADA? ME AJUDE.

Dani disse...

Oi Dr. eu me chamo Daniela e em 2003 fiz uma cirurgia para retirar um tumor benigno, e foi descoberto que era condroma. E sempre fiz a RM para acompanhamento. Não fazia desde 2007, e agora fiz em novembro. Já saiu isso nos exames passados, me preocupou o que li pela internet, mas meu médico diz que é só cicatriz da cirurgia.

o que fala no exame:
Sinais de craniotomia na alta convexidade frontal esquerda. Existe pequena falha no giro frontal superior, abaixo da craniotomia, com zonas de gliose subjacentes e alargamento focal de sulco cortical.

Saberia me ajudar, se isso é mesmo normal, só por conta do pós operatório?

Obrigada

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Ingrid,

de fato é um caso interessante, mas também comum para quem trabalha em emergência. Recordo-me da época em que trabalhei no Hospital Carlos Chagas, da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, onde atuava como psiquiatra na emergência. Foram 11 anos trabalhando lá, era o único psiquiatra, sendo que não havia neurologistas ou neurocirurgiões. Então, esses casos acabavam na minha mão. Lembro-me de dois casos com relatos muito semelhantes ao seu, um que revelou um AVE hemorrágico frontal e outro um tumor, provavelmente meningioma, também frontal, pela TCC. Ambos os casos os pacientes estavam acordados, mas completamente desorientados e agitados e, acredite, sem nenhum déficit motor ou sensorial. Existem algumas dificuldades nesses casos na maioria dos nossos hospitais públicos. O primeiro é a falta de especialistas, como neurologistas e neurocirurgiões. O segundo a falta do exame de imagem. Poucos hospitais tem uma tomografia e mais dificil ainda uma ressonância. Ocorre que muitas lesões, particularmente aquelas que ocorrem na subcórtex cerebral, como nos gânglios da base e ponte, que são regiões em que uma pequena lesão, seja isquêmica ou hemorrágica, pode carretar um quadro grave, não são bem visualizadas pela TC. É necessário fazer uma RM! Neste caso que você traz, você menciona encefalomalácia e isquemia, mas a primeira provavelmente é crônica, uma imagem decorrente de alguma isquemia ou lesão antiga, e a segunda tanto pode ser aguda como antiga. Como saber? A imagem da TC pode fornecer pistas, mas provavelmente uma RM elucidaria o caso. A clínica de sua paciente fala a favor de um evento agudo, ela é hipertensa e o quadro se iniciou com um pico hipertensivo. Mesmo com um exame inocente, ela evoluiu mal, com confusão mental e déficit neurológico, que embora não localize a lesão (como uma disartria ou uma hemiplegia), fala a favor de algum evento isquêmico. Sabemos que a TC, diferentemente da RM, não acusa isquemias agudas antes de 48h, por isso, mesmo com o exame normal, se a clínica persistir, o recomendável é repetir a TC em 48h para confirmar. Ela poderia ter uma lesão antiga e outra recente que ainda não apareceu na TC. Penso que esta paciente merecia ter ficado no hospital para observação e repetição do exame. Espero tê-la ajudado, um grande abraço e boa sorte na sua formação. Você já tem o essencial, que é a curiosidade e a busca pela informação. Parabéns!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Dani,

seu médico tem razão, provavelmente são sequelas da cirurgia e da retirada da lesão que tinha. Glioses podem se formar a partir de uma lesão, seja isquêmica, decorrente de algum trauma ou por retirada de algum tumor. Um abraço!

Anônimo disse...

Dr Leonardo
Tem aproximadamente 6meses que eu fiz uma cirurgia bariátrica Acapella, e por volta do terceiro e quarto mês comecei a ficar com a ponta dos meus dedos da mão direita dormentes de menos o polegar, me submeti a uma RM de cervical e foi constatado desmielinização na região de c4 e c5.
Fiz também uma RM encefálico e torácica, e o resultado estão caminhando para Gliose/desmielinização encefálico e hipersinal em T8 e T9.
Os reflexos são poucos, mas incomodam sempre, pois as dormências são constantes.
Gostaria de saber se isso tem tratamento e se essas dormências podem aumentar com o passar do tempo?
Obrigado.

Anônimo disse...

ola dr, recebi hoje o diagnostico de uma rn de meu marido que esta tetraplegico e tem 50 anos, foi dependente quimico.
alargamento das cisternas basais, fissuras encefalicas e dos sulcos entre os giros corticais.extensos focos de sinais hiperintenso em t2 e flair distribuidos difusamente na substancia branca encefalica com areas centrais de sinais liquorico sugerindo lacunas.pqna imagem arredondada com baixo sinal na sequencia de susceptibilidade magnetica medidndo cerca de 07 mm de diametro localizada na região sibcortical do lobo parietal direito.espaços perivasculares proeminentes são observados nas regioes nucleocapsulares bilateralmente.cerebelo de aspecto anatomico.sinais de reduçãovolumetrica cranio-encefalica, dr por favor me explique isso, tem geito ainda pra ele ou não? há esperanças que ele possa andar de novo e ter ao menos um pouco de qualidade de vida? ah esqueci de dizer fez-se o diagnostico de soro positivo tendo cd4 986, aguardo contato

jessica disse...

Meu marido tem 36 anos sou casada desde os 16 hoje temos 2 filhas de 13 e 18.Desde entao viemos a descobri que ele tem um grande desturbios ele esta bem do nada se altera por muita pouca coisa e ao me comunicar com seu site vi que fazia parte dele gostaria de mais resposta pois com essas pessoas temos que saber agir!e muita paciencia e fe em deus!obrigada abraços!

Giselle disse...

Boa noite Dr., tenho 50 anos, sou educadora física desde 1980, parei de praticar esporte há dois anos, sempre tive muitas dores de cabeça, enxaquecas que duravam tres dias,sou bipolar,e desde os 18 anos faço tratamento com tegretol, ultimamente tenho notado dificuldade em guardar nomes, datas etc. Fiz RM e foi constatado gliose isquemica. Meu neurologista disse que eu não devia me preocupar .... Mas voltei a estudar e estou cursando psicologia,tenho que me esforçar muito para guardar e entender todas as materias. Que tipo de tratamento poderia fazer para voltar a ter boa memoria e retardar os sintomas de demencia?

MARCO ANTONIO disse...

olá Dr. Leonardo!
sou Marco Antonio de Minas Gerais.
a uns 2 anos comecei a ter dificuldades no caminhar, mais lento e sem firmeza. tudo que vou fazer demora mais agora, o banho, barbear, amarrar o sapato, etc. isso se acentuou muito mesmo de tres meses para cá.
fui ao um medico neuro que me pediu uma ressonancia magnetica, e a mesma indicou: redução do volume encefálico difuso = ("acentuação dos sulcos, fissuras e cisternas encefalicas, incompatíveis com a faixa etária"). não tomo nada de alcool, não fumo nem uso drogas. tenho 48 anos.
tomo de medicamentos, 2 compr. de rivotril 2 mg a 17 anos por causa de minha extrema ansiedade e 1 de nadolol 40mg manipulado, a um ano, pois o corgard foi descontinuado a sua produção.
poderia me dar uma explanação do que é este problema, como trata-lo e onde? por favor, lhe ficarei extremamente grato.
Marco Antonio.
marco10br@gmail.com

Anônimo disse...

Dr. Leonardo,

Minha sogra apresenta a cerca de 2 anos falta de memória. Ela é ativa, apesar de não praticar atividade física. Seu colesterol em exame recente apresentou 225(limítrofe). Ela esquece-se de compromissos, de fatos já ocorridos, coisas que ela já nos relatou, relata de novo. Está neste nível.
Na consulta com a neurologista, após os testes feitos ela não se lembrava de nada que a médica havia perguntado ainda durante a consulta.
Na RM de crânio o diagnóstico foi justamente Gliose por microangiopatia arterioesclerótica. Há tratamento? Ela está entrando em estado de demência? Por favor nos responda.
Grata
Alessandra

Anônimo disse...

Boa noite, Dr. Leonardo!
Meu nome é Jô.
Meu filho com 25 anos e reclamou de dor de cabeça há um mês, dor esta que surgia muito, muito forte quando ele fazia exercício de musculação, logo no primeiro aparelho, e quando dava um único mergulho, assim o 2ºexercício e o 2mergulho já não conseguia mais fazer.Surgia no momento da apnéia. Dor que durava até 2 dias. Foi ao Neuro, este pediu RM e o resultado é este : diminuto foco hipertenso em T2 e FLAIR, situado na substância branca adjacente ao corno anterior do ventrículo lateral esquerdo, aspecto inespecífico, podendo ser mínimo foco de gliose.
Então, ele gosta de tomar umas cervejas, tem cacuetes desde criança,tais como; piscar muito, agora trabalhando como advogado parece que aumentou,me parece muito destraído, mas como ele mesmo diz - "sou bem menos que meus amigos".
Dr., como sou mãe, o Sr. pode imaginar a minha preocupação, onde essa tal de GLIOSE vai o levar?
Por favor, estou no aguardo!
Grata.

Anônimo disse...

Boa noite, Dr. Leonardo!
Meu nome é Jô.
Meu filho com 25 anos e reclamou de dor de cabeça há um mês, dor esta que surgia muito, muito forte quando ele fazia exercício de musculação, logo no primeiro aparelho, e quando dava um único mergulho, assim o 2ºexercício e o 2mergulho já não conseguia mais fazer.Surgia no momento da apnéia. Dor que durava até 2 dias. Foi ao Neuro, este pediu RM e o resultado é este : diminuto foco hipertenso em T2 e FLAIR, situado na substância branca adjacente ao corno anterior do ventrículo lateral esquerdo, aspecto inespecífico, podendo ser mínimo foco de gliose.
Então, ele gosta de tomar umas cervejas, tem cacuetes desde criança,tais como; piscar muito, agora trabalhando como advogado parece que aumentou,me parece muito destraído, mas como ele mesmo diz, ele é bem menos que seus amigos.
Dr., como sou mãe, o Sr. pode imaginar a minha preocupação, onde essa tal de GLIOSE vai o levar?
Por favor, estou no aguardo!
Grata.

Renata disse...

Dr. Leonardo, minha mãe tem 70 anos e fez uma Angioressonância Magnética do Encéfalo,devido, a tonturas, fraqueza e esquecimento que vinha sentindo. O laudo conclusivo foi: Sinais de processo degenerativo isquêmico na substância branca por provável microangiopatia, na substância branca peri_ventricular, nos centros semi-ovais e coroas radiadas. Espessamento mucoso nos seios maxilares. O médico que viu o exame disse que é normal, que isso é envelhecimento do cérebro.
Mas, meu grande medo é que isso possa ser um ínicio de Mal de Alzemair. Será possível que seja? Se for, qual atitude devo tomar em primeiro lugar para a doença não avançar.Peço encarecidamente que me responda por favor! Agradeço. Renata

lannynha disse...

DR.minha sogra tem 62 ano e sentia muitas dores de cabeca e so viver tonta o medico consolicito pa ela fazer um reconacia maginetica e deu que ela tenha desmielinização ,
gliose .qual e o tratamento e como as pessoas poder ajudar.

um abraço obrigada

Anônimo disse...

Bom dia..
Eu começei em uma nova empresa onde eu tenho que fazer a documentação de sistemas, mas estou com muita dificuldade em me concentrar, em associar palavras, não me vem nada na cabeça...parece que estou em outro mundo, começei a fazer aulas de inglês, e acontece a mesma coisa meus colegas entendendo e eu ali viajando, e não é por falata de vontade, quero muito aprender, mas parece que meu cerebro está bloqueado não consigo me concentrar pra nada...as vezes me sinto diferente "Burra" não consiguo aprender, não me concentro..sei lá, quando era bebê várias vezes me deu convulsões e fiquei um bom tempo tomando "Gardenal" isso pode ter me perjudicado? meu raciocinio? quando estudei até a 4° série queria ser a melhor da classe, depois começei a regredir, tendo bastante dificuldade principalmente em matemática...não entrava na minha cabeça é horrivel isso se sentir incapaz de fazer de aprender...Qual a atitude que devo tomar????
Muito grata pela atenção
Mari RS

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Jessica,

antes de tudo seu marido precisa se tratar. É realmente difícil lidar com alguém que tenha reações inesperadas, desproporcionais e impulsivas. Um tratamento pode melhorar este comportamento e tornar as coisas mais fáceis. No mais é não reforçar os sintomas dele, procurando agir com limites e bancar um tratamento seria um bom começo. Boa sorte!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Giselle, procure um psiquiatra para melhor avaliação dos eu caso.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Marco, o tratamento de sua condição é com neurologista.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Pessoal,

Muitos comentários perguntam sobre o significado das glioses, se elas podem progredir para demência, o que fazer, etc. Todas as informações estão no meu artigo sobre gliose, mas se ainda assim persistirem as dúvidas, sugiro a procura do especialista, seja um neurologista ou um psiquiatra. Somente pela história do paciente e do exame clínico e psíquico pode-se chegar a alguma conclusão. Exames complementares não são necessariamente diagnósticos, eles complementam a avaliação médica. Portanto, a todos recomendo a procura pelo especialista. Lamento não poder responder a cada caso, mas seria leviano de minha parte induzí-los a conclusões precipitadas sem conhecer o paciente e sem examiná-lo. Conto com a compreensão de todos!

ClaRinh@ disse...

Boa tarde,meu nome é Ana,meu irmão encontra-se internado a cerca de 9 meses,no começo apresentou fortes dores de cabeça e uma amnésia,apos passar com o Neurologista,foi solicitado uma TC da qual não apresentou nenhuma anormalidade,apos 5 dias do começo dos sintomas,ele começou a sentir sono e fraqueza muscular,logo apos perdeu os movimentos do lado esquerdo e teve que ser encaminhado para a UTI,onde permaneceu por quase 4 meses,com ventilação mecânica e outros aparelhos.Ele realizou então uma RM da qual teve a seguinte descrição:
Sinais de trepanação parietal à direita com sítio de biopsia em cauda do corpo caloso.
Transição crânio vertebral sem anormalidades.
Múltiplos focos de hipersinal em T2/FLAIR em substância branca periventricular,núcleos da base e corpo caloso,alguns ao contraste sugerindo desmielinização( esclerose múltipla?).
Tronco e cerebelo sem alterações.
O sistema ventricular é de topografia,morfologia e dimensões normais.
As cisternas da base e a convexidade dos hemisférios cerebrais são de aspecto anatômico.
OBS.: Pansinusopatia e mastoidopatia bilateral.
Após isto foi solicitado uma biópsia por estereotaxia com diagnóstico de gliose + áreas de necrose,de características inespecíficas,sendo solicitada exame imuno-histoquímico que se apresentou como processo reativo,sem diagnóstico firmado.
Atualmente ele encontra-se no quarto,já sem aparelhos somente o da alimentação que é diretamente pelo estomago,fica acordado em alguns períodos do dia,em outros dorme,tem poucos movimentos nas mãos e pés e não fala, mais dá sinais que entende quando falamos com ele.Os médicos até agora não sabem dizer o que aconteceu com ele e nem informar o que ele tem,e toda a nossa família está apreensiva pois não sabemos se talvez exista outro hospital que possa cuidar do caso dele,ou mesmo se existe um tratamento para isso.Por isso ao verificar a possibilidade de comunicação com os Senhor decidi escrever,pois quem sabe não posso receber uma orientação médica do que fazer.

HELOISA disse...

A gliose pode ser uma alteração morfofuncionais de quem tem Mal de Alzheimer?

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Mari RS,

sugiro que procure um psiquiatra para melhor avaliação do seu quadro. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Clarinha,

o melhor especialista para lhe orientar é um neurologista, como o próprio laudo sugere, pode ser esclerose múltipla ou outra doença desmielinizante. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Heloisa,

embora inespecífica, a gliose está com frequência presente em pacientes com Doença de Alzheimer. Um abraço!

Anônimo disse...

Dr. Leonardo:
minha RM deu o seguinte resultado: discretos focos de hipersinal na ponderação T2 na substancia branca subcortical supratentorial, que podem corresponder a focos de isquemia, gliose ou desmielinização....
estou muito assustada, vou ao médico só daqui 2 meses... o que é isso??

telma lucia batista bernardo disse...

olá dr. leonardo- meu marido sofreu um acidente de carro há 3anos com traumatismo craniano ecefalico ficou 15 dias em coma induzido sem esparança de vida depois disso quando retiraram os medicamentos ele acordou totalmente desorientado e teve tambem decolamento de retina ficando com o olho torto depois de 2 semanas ele teve alta eu o levei para casa como se fosse uma criança, 3anos depois do acontecido ele tem esquecimento,se irrita com facilidade,fala palavras que não existe no dicionario,passa horas olhando pro nada,não entende o significado das palavras, ele teve perda da memoria na epoca do acidente mais agora ele esta bem melhor o exame de ressonancia dele diz quea ÁREAS CORTICO-SUBCORTICAIS FRONTOBASAIS BILATERAIS MAIS ECENTUADA A ESQUERDA FRONTAL E TEMPORAL,AS AREAS TEM SINAIS HETEROGENEO, PREDOMINANTE REDUZIDOS EM T1 E FLAIR,ELEVDOS EM T2, CIRCUDADOS POR HIPERSINAL EM FLAIR.OS ASPECTOS SÃO DE ENCEFALOMALACIA E GLIOSE,COM FOCOS DE SINL REDUZIDO NA TECNICA SWI, POR PRODUTOS DE DEGRADAÇÃO DA HEMOGLOBINA/SANGRAMENTO REMOTO qual a sua opinião e como posso saber se ele vai ficar bom ele faz uso de HIDANTAL e as vezes eu levo no neurologista, mais nunca encaminhou ele para o psiquiatra como posso lida com essa situação te agradeço

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, tive 2 acidentes e 2 traumatismo cranianos. o último há 05 anos atrás, qdo. comecei a ter falta de equilíbrio. Durante 1 ano fiz tratamento p/ labirintite e os medicamentos não foram eficientes, estou fazendo fisioterapia p/ o cérebro e peguei o resultado da minha RM hoje, o médico não poderá me arender ainda esta semana, poderia por favoe esclarecer este resultado??
1- áreas de afilamento e gliose no aspecto anterior do tronco do corpo caloso.
2- Cavitações e gliose marginal no aspecto anterior do giro reto bilateralmente. Dentre as hipóteses pode ser considerada a possibilidade de alteração sequelar por contusão cerebral prévia.

Que Deus te abençoe seeempre! Obrigada!
Rose - SP

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, tive 2 acidentes e 2 traumatismo cranianos. o último há 05 anos atrás, qdo. comecei a ter falta de equilíbrio. Durante 1 ano fiz tratamento p/ labirintite e os medicamentos não foram eficientes, estou fazendo fisioterapia p/ o cérebro e peguei o resultado da minha RM hoje, o médico não poderá me arender ainda esta semana, poderia por favoe esclarecer este resultado??
1- áreas de afilamento e gliose no aspecto anterior do tronco do corpo caloso.
2- Cavitações e gliose marginal no aspecto anterior do giro reto bilateralmente. Dentre as hipóteses pode ser considerada a possibilidade de alteração sequelar por contusão cerebral prévia.

Que Deus te abençoe seeempre! Obrigada!
Rose - SP

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, tive 2 acidentes e 2 traumatismo cranianos. o último há 05 anos atrás, qdo. comecei a ter falta de equilíbrio. Durante 1 ano fiz tratamento p/ labirintite e os medicamentos não foram eficientes, estou fazendo fisioterapia p/ o cérebro e peguei o resultado da minha RM hoje, o médico não poderá me arender ainda esta semana, poderia por favoe esclarecer este resultado??
1- áreas de afilamento e gliose no aspecto anterior do tronco do corpo caloso.
2- Cavitações e gliose marginal no aspecto anterior do giro reto bilateralmente. Dentre as hipóteses pode ser considerada a possibilidade de alteração sequelar por contusão cerebral prévia.

Que Deus te abençoe seeempre! Obrigada!
Rose - SP

Isolde Heidelwein disse...

Meu filho teve um cancêr cerebral, fez a retirada do tumor, e ao fazer a ressonância foi diagnosticado uma área de gliose. Lí o seu relato sobre a gliose e consegui enxergar meu filho nos últimos 5 anos, com esses sintomas, o cancer apareceu agora recentemente. É possível que o cancer dele tenha vindo desta gliose, ou o câncer estar presente tendo ou não a gliose? É necessário ele tratar essa gliose concomitantemente com o câncer?

Marcos disse...

Olá doutor Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira, é o seguinte sinto várias pontadas na cabeça em várias regiões como se estivesse enfiando agulhas no cerebro a cabeça fica formigando do lado esquerdo perto da orelha, e uma sensação muito ruim no peito como você estivesse morrendo, e as vezes tenho crises de ataques de panico por causa dessa sensação de morte. Isso poderia ser depressão ou alguma coisa mais grave. E qual exame mais indicado ressonância ou tumografia se precisar.

Claudia Mertins disse...

Bom dia Dr!!
Então..... meu pai teve Mal de Altitude Severo, o que resultou em: Edema Pulmonar Severo; Edema Cerebral e isquemia coronária. Teve alta depois de 3 dias internado e os médico afirmaram q assim q descesse ao nivel do mar, como um passe de mágica, tudo voltaria o normal. Infelizmente não foi o que aconteceu!!!
Ele está beeem diferente do que era. Sua voz está mais fraca, apresenta alguns esporádicos esquecimentos (ex: onde guardar seus sapatos), dor na perna (somente na direita se não me angano!), aumento do sono e tb percebemos q está mais lento.
Já de volta ao Brasil, o médico pediu muitos exames.... até agora as alterações são no 'hemograma', foi constatado anemia falcêmica e na RMagnetica:

"mínimos focos com sinal hiperintenso nas sequencias pesadas em T2 e FLAIR, localizadas na substancia branca dos lobos frontais e parietais, devendo corresponder a discreta gliose microangiopatico".

Estamos bastante assustados pq ele nunca ficou doente, apesar de seus 60 anos e sua hipertenção!!! Era uma pessoa bastante nervosa e explosiva, hoje está muito longe disso!

Será q ele volta ao normal???

Muito obrigada!!! Ler esse blog nos dá uma certa tranquilidade nos depoimentos alheios!!

Anônimo disse...

MEU NOME É FÁTIMA, TENHO 47 ANOS.
FIZ UMA RESONÃNCIA E O RESULTADO EVIDENCIOU BAIXA DE TODOS OS METABÓLITOS CARACTERIZANDO GLIOSE.O QUE ME LEVOU A FAZER TAL EXAME FOI QUE APRESENTO MUDANÇAS DE HUMOR, E TENHO MUITA DIFICULDADES DE CONCENTRAÇÃO E A CADA DIA QUE PASSA SINTO MINHA MEMÓRIA PIORAR E UM DESÃNIMO QUE ME IRRITA.

Fernanda/SRSapucaí/ MG disse...

Dr. Leonardo

Em 1998 fiz minha primeira audiometria e na qual deu problema que tinha perda de audição (OD perda leve e o OE perda moderada/ Severa).
Fiz vários exames como o BERA e Ressonância Magnética em 1999, tendo como CONCLUSÃO: Zona puntiforme de alteração de sinal na substância branca do hemisfério cerebral esquerdo de caráter inespecifico, podendo corresponder a zonas de gliose.
Gostaria de saber o que significa isto, pois achava que era por causa da perda de audição, mas a médica clínica me disse que não tem nada haver com a perda e me encaminhou ao neurologista, na qual estou esperando a agenda do SUS.
E mais ou menos uns 06 (seis) meses atrás estava com depressão, sonolência, fraqueza e muita ansiedade que estava atacando até o estomago e principalmente esquecimento de muitas coisas (perda da memória). Ai procurei o médico e comecei a tomar antidepressivo “fluoxetina 20” este estava tendo insônia. Ai mudou o remédio para “Amitriptilina” que está fazendo 06 meses. Inclusive para o meu caso devo procurar um neurologista e/ou psiquiatria?

Grata,
Fernanda/SRSapucaí/MG

Jucineide Neves disse...

Dr. Leonardo, minha irmã, 44 anos, sofre com intensas dores na cabeça, há aproximadamente um ano. Seu médico solicitou uma ressonância e, no exame, apareceram focos de gliose. O que ela pode fazer para melhorar estas dores? Já existe uma possibilidade de cura, através de intervenção cirúrgica? A presença de gliose no cérebro pode matar?

Abu'arts disse...

tive crises de enxaqueca e procurei o neuro, fiz eletro e tomo não deu nada, mas na ressonancia deu:sinusopatia cronica maxilo-etmoidal e esfenoidal a esquerda e na sequencia axial tse t2 do encefalo demonstrou pequeno foco de desmielinização ou gliose pós-microangiopatia na substancia branca do lobo frontal esquerdo.
o que significa????

katiussa disse...

Dr.Leonardo

É possível gliose em crianças de 05 anos diagnósticado em RM, como seria isso?

Grata,
Michelle

Vídeos - Educativos - Gratuitos - TV Escola disse...

Olá Dr. Leonardo

No final de Janeiro comecei a sentir certo formigamento no lado esquerdo do corpo e quando baixava a cabeça tinha uma sensação de choque. Fiz uma ressonancia magnética do crânio, cervical e vertebral.
o laudo do exame diz que tenho mais de 9 lesões com hipersinal emT2 distribuidos na substancia branca supratentorial peruventricular.
Notei que nestes ultimos meses tenho tido dificuldade de me lembrar de coisas simples e as vezes tenho dificuldade de falar algumas palavras tendo que repeti-las.
Será que isso é EM?

claudia disse...

Boa noite Dr. Leonardo,

Meu marido de 43 anos fez uma RM e na NOTA veio o seguinte comentário: "As imagens complementares do encéfalo na sequência FLAIR no plano axial mostram focos hiperintensos dispostos bilateralmente na substância branca periventricular, coroa radiada e centro-oval, bem como na substância branca dos lobos frontais e parietais, podendo corresponder a gliose por microangiopatia degenerativa e/ou isquemia. Não há evidência de áreas de difusibilidade restrita".
Ocorre que ele sofre de enxaqueca crônica há mais ou menos 10 anos. Quase toda a família dele tem. Ele também apresenta muita falta de atenção, muita tonteira quando está com enxaqueca e ela normalmente se apresenta do lado esquerdo. A próxima consulta com o neurologista será só daqui a 2 meses e resolvi pesquisar. Daí deparei-me com seu ótimo artigo, entretanto me assustou demais. O resultado quer dizer que um dia ele poderá ficar com demência?

Daniel disse...

Olá Dr. Leonardo,
Talvez você possa me ajudar. Minha mãe apresenta boa memória recente e passada, mas há 7 anos passou a ter dificuldades para raciocínio lógico quantitativo (calculo matematico, assinar cheques, pagar contas, etc) e um pouco de dificuldade motora (cozinhar, dirigir), além de uma desorientação espacial leve. De lá pra cá tem tomado Eranz e apresenta um quadro completamente estável sem evolução. Acrescente-se aí que ela sempre teve um quadro depressivo e estava tomando maxapran e atenolol para controlar a pressão. Nenhum neuroligista dá um diagnóstico preciso, dizem que pode ser sintomas da depressão ou um início de demência, mas lá se vão 7 anos de um quadro estável.
Hoje tive acesso a ressonância feita semana passada e tinha exatamente este diagnóstico: microangiopatia isquemica, doença de finos vasos.
Pergunto, se é um quadro demencial, é comum uma estabilidade de 7 anos e manutenção da memória recente? Poderia ser uma pseduodemencia em função da depressão? Ao ler seu artigo, achei o diagnostico mais próximo da realidade dela, pois antes de passar a tomar o lexapro, ela apresentava alternância de humor, irritabilidade e um quadro deprimido.
Qual sua opinião?
Muito grato!
Daniel T. Nascimento

Flávia Freitas disse...

Boa tarde,

Meu pai (51 anos) tem mudança de humor,é meio sem paciencia e vem sentindo muita dor de cabeça e a visão está dupla, ver tudo em dois, o exame de RMN, deu o seguinte: pequeno foco de gliose localizado na substância branca subcortical da ínsula esquerda.
O que isso significa? É sério? Qual o tratamento?

Obrigada pela atenção, aguardo resposta.

Anônimo disse...

Doutor qual o tratamento adequado para uma gliose isquemia?

Anônimo disse...

Minha mae sofre de depressao cronica e apresenta dificuldade de memorizacao e desatencao. Um exame de MRI feito semana passada indicou "focos de gliose/isquemia por microangeopatia degenerativa. Leve reducao volumetrica dos hipocampos associado a discreto alargamento das cissuras coroideias e dos cornos temporais dos ventriculos laterais". Ao que parece, o quadro dela se encaixa perfeitamente no caso de Gliose por depressao cronica que o senhor descreveu. Nosso medo e que moramos numa cidade da Zona da Mata mineira onde nao conhecemos especialistas nessa area. O senhor conhece algum centro na area em que moramos (Zona da Mata mineira) que oferece tratamento para esse caso? Senao, como poderemos avaliar se o tratamento que a atual medica dela prescrever apos a leitura do MRI e de fato o indicado para o caso de Gliose?

Muito obrigado por sua atencao.

3D Telles disse...

Olá Doutor,

Tenho 25 anos. Fiz uma RM, sem agente paramagnético. Irei ao médico para apresentação do exame mas gostaria muito da sua opnião.

O que significa: "Imagem sugestiva de pequeno foco de gliose, isquemia prévia ou desmielinização junto da porção mais anterior da cabeça do núcleo caudado à esquerda." ?

E esta porção do cérebro comanda qual parte do meu corpo ou das minha emoções?

Forte abraço,

Bruna Telles (Gramado-RS)

Anônimo disse...

Olá, Fiz um EEG de carater admissional, e no resultado apresentou as seguintes anormalidades: atividade teta e delta poliforma, intermitente, pouco frequente, sobre as regiões temporais. E na Conclusão: disfunção cortico subcortical, intermitente, leve, em região bitemporal inespecifica. Sei que é necessario uma analise do paciente, mas fiquei preocupada e gostaria de saber se é algo para me preocupar ou não.

Anônimo disse...

BOA NOITE, DR. LEONARDO,MEU NOME É NILZA, TENHO 40 ANOS E A DOIS ANOS TIVE PERDA SUBTA DE VISÃO, FOI DIAGNOSTICADO, TROMBOE NA VEIA DA RETINA, CAUSADO DERRAME E VASCULETE, NESSE PERIODO FAÇO TRATAMENTO C/ OFTALMO DE RETINA E C/ REOMATO, JÁ FIZ DUASPULSOTERAPIA DESE ENÃO FAÇO USO DE PREDINISONA 60MG DIA, MAREVAN 5MG DIA, E MICROFENALATO MOFETILA 3 MG DIA ( ANTES USAVA AZATIOPRINA )DEVIDO AOS REMEDIOS DESENVOLVIR PRESSÃO ALTA ARTERIAL( 16 A 18 ) E INTRA-OCULAR ( 38 A 40 )ULTIMAMENTE ETOUSENTINDO DOMENCIA E FORMIGAMENTO NAS MAOS E AS VEZES NOS PES E A VISAO CADA VEZ MAIS BAIXA, JÁ NAO CONSIGO MAIS LER UM LIVRO P/EX. O OFTALMO DISSE Q PRECISO FAZER CIRURGIA DE GLAUCOMA, MAS Q NAO VOU MAS RECUPERAR MINHA VISAO... FIZ RM MES PASSADO E DEU UM CISTO DE 1CM TEMPORAL DIREITO E 03 TEMPORAL ESQUEDOE DESMIELINIZAÇÃO/ GLIOSE.
ESSA É A CAUSA DESSA PERDA DE VISAO, HÁ CURA P/ ISSO, VOU VOLTAR A ENXEGAR NORMA, VOU DEIXAR DE TOMAR CORTICOIDE, ESTOU C/ O TRATAMENTO CORRETO? MORO SEM SALVADOR -BA MAS QUERO MUIIITO IR FAZER TRATAMENTO EM SAO PAULO, COMO FAÇO, P/ CONSEGIR UM TRATAMENTO EM SAO PAULO COM UM ESPECIALISTA NO ASUNTO, AJUDE EM NOME DE DEUS.
UM ARAÇO

Anônimo disse...

ola doutor meu nome Rita ha 1 ano estou com dificuldade de andar perdir o equilibrio minhas maos perderao toltalmente as forças e ja fui ao neuro e fiz uma ressonancia,cerebral,que deu o seguinte: hipersinal em t2/flair em trato cortico-espinhal bilateralmente. Alguns pequenos focos de alteraçao de sinal em t2/flair da substancia branca de ambos os hemisferios cerebrais,sugestivos de gliose/desmielinizaçao. Por favor doutor me ajude tenho 42 anos e preciso voltar minha vida como antes fico depedendo dos outros pra tudo me ajudar me respondi por favor

Neia disse...

minha mae tem 67 anos tem tido umas crises de nao enxergar nada, respiração ofegante e muiiita tremura fez RM e o relatorio diz:"focos com hipersinal em T2 e Flair com isossinal em T1 na substância branca peri-verticular e centro semi-oval que corresponde a gliose isquêmica e/ou infartos lacunares"
o que significa isso, o medico neuro diz q nao deu nada...mas ja fez bateria de exames e nao da nada e ela esta muito prostrada..gostaria de ajuda desde ja agradeço.

Anônimo disse...

Doutor, meu filho esteve num acidente de carro 2 anos atrás (quando tinha 1 ano e meio) e teve fratura no cranio e hemorragia. Não precisou de cirurgia e se recuperou bem. Agora fez uma RM só para controle e deu como resultado "areas de gliose/encefalomalacia devido a contusão parenquimatosa nos lobos frontais e parte do teporal esquerdo." Devo me preocupar? A neuro dele está viajando e logo em seguindo eu irei viajar, portanto não vou conseguir ir nela por um tempo. Agradeço qualquer esclarecimento! OBrigada!

Mzaria Cristina disse...

Boa noite,
Recebi o resultado de uma Tomografia de Crânio sem contraste de uma senhora que dou assistência de enfermagem -pois sou acadêmica de enfermagem - e o resultado foi: rarefação mielínica gliose. A Neurologista dela também pediu um eletroencefalograma que será feito nos próximos dias. Gostaria de saber se esse resultado pode ter alguma co-relação com a doença de alzaheimer? Pois a mesma tem tido comportamentos de esquecimentos, dificultade de deambulação, marcha desordenada, agressividade em alguns momentos e douçuras em outros. Era uma senhora que adorava fazer palavas cruzadas,jogar buraco, ler revistas, jornais, cuidava de suas finanças em contas correntes, dirigia, e hoje deixou tudo de lado, não joga e quando joga não sabe distinguir os naipes, não faz palavras cruzadas, pois não se lembra de nenhuma resposta, enfim, não tem vontade de fazer nada. Poderia me ajudar Dr.?
Um abraço atencioso,
Maria Cristina

marcia angelica disse...

OI doutor ,tenho um filho de 4 meses e atraves de uma tc foi diagnosticado reduçao volumetrica cortico-subcortical que predomina em regioes fronto-parietais. não sei o que fazer ,por favor me ajude ,preciso de orientaçao.


meu e-mail é marcia-angelica@hotmail.com.br

Anônimo disse...

Dr. Leonardo, meu pai teve um avc mo mes de maio de 2011, ele tem 66 anos gostaria que o dr. avaliasse, pois é atendido por medico do sus clinico geral. Temos dúvidas, Conclusão do exame:
pequeno enfarto isquêmico recente na ponte à direita. Pequeninos focos com hipersinal em T2 e FLAIR dispersos pela substancia branca supratentorial. possivelmete relacionados com microangiopatia. Ele esta sendo medicado com medicação para pressão arterial, mais fluoxetina e uma medicação para circulação samguinea, mas seus pés e pernas até quase os joelhos estão inchados quase o dia todo.

aguardo e agradeço a ateção
Sandra

Cicera disse...

Olá Dr. Leonardo,
li vários relatos aqui sobre "focos de gliose", como tantos aqui, fui diagnosticada com esse mesmo problema, e sinto os mesmos sintomas. Li suas respostas aos questionamentos, e o senhor fala em medicamentos, pergunto,
há medicamentos para que esse quadro ( me refiro aos focos de gliose)não progrida? Tenho 38 anos, e há 2 anos descobri isso,já fiz 3 ressonacias, e não está progredindo, segundo a neuro, mas me observo e percebo que tenho dificuldades em reconhecer as pessoas, dificuldades em memorizar, concentrar... Tenho fortes cefaléias e todos os sintomas já falado acima(dormencia e formigamento - lado esquerdo do corpo),álém de sensação de morte súbita, sei lá. Quando seria indicado entrar com medicamento para inibir a progressão desses focos?se é que há. Quem prescreveria, o neuro ou o psiquiatra?
Abraço!
Cicera

Anônimo disse...

Dr.boa tarde. Gostaria de saber sua opinião sobre estes exames:
rm do encéfalo:
-focos isolados subcorticais de provável microleuucoangiopatia e/ou gliose.
-formações hipocampais simétricas.
-sinais de sinusopatia etmodal bilateral discreta.
rm do crâneo:
-diminutos focos de provável microleucoangiopatiae/ou gliose,estável.
Já passei por alguns neuros e psiquiatras,pois tenho enxaqueca forte diariamente(+ de 15 anos),já fiz quase td tipo de tratamento,usei vários tipos de medicamentos,inclusive terapias alternativas,mas nada resolveu estabilizar a enxaqueca.Em relação aos exames,praticamente eles o ignoraram,dando prioridade a medicamentos mais fortes e em maiores doses,o que me levou a uma forte depressão,ganho excessivo de peso,insônia e mais medicamentos p/combater estes males.
Obrigado.

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Pessoal, agradeço todas as mensagens, mas reitero que não tenho como responder àqueles que me perguntam sobre o significado de exames, diagnóstico, etc. O exame é complementar e só pode ser interpretado à luz da história clínica e do exame de cada um de vocês, seria leviano de minha parte induzi-los a interpretações precipitadas. Portanto, peço que compreendam isto. As informações que julgo mais importantes sobre este tema estão no artigo. Um abraço!

Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira disse...

Cícera,

não existem medicamentos específicos para retardar as glioses. Você deve controlar os fatores de risco, para eles existem medicações e medidas como mudança de hábitos e alimentação. Por exemplo, se tem colesterol alto, deve procurar um clínico para controlá-lo, e assim por diante. No caso de sintomas, sejam cognitivos (memória, concentração) ou emocionais (ansiedade, depressão), você deve procurar um psiquiatra para uma avaliação e tratamento. Lembre-se que cuidar da saúde emocional também é uma forma de prevenir novas glioses, já que ela está associada à depressão e ao estresse. Um abraço!

Renata disse...

Me chamo Renata, e esotu pesquisando porque estou muito preocupada, tenho dores de cabeça com frequencia, a um mes fiz uma tomografia e o resultado foi lesao arredondada hipodensa na substancia branca adjacente ao corno frontal do ventriculo lateral direito, sujestiva de infarto lacunar, fui ao neuro e eleme pediu uma ressonancia, e o resultado foi.focos de hipersinal em flair e em T2 na substancia branca periventricular bilateral, de carater inespecifico,podendo corresponder a gliose e/ou desmielinizãçao.
Sinusopatia etmoidal esquerda e maxilar direito.
Por favor o Sr. poderiame dar uma opiniao estou desesperada, grata Renata

email- renata.pereiracarvalho@hotmail.com

Darly disse...

Dr.bom dia comecei a ter comvulçoes no inicio de 2009 fui ao medico mas nao falarão o que eu tinha começei a tomar tegretol e diazepam fui levando a vida mas as comvulçoes nao paravao principalmente quando passava augum tipo de nervoso na maioria das veses elas me davão dormindo e agora quando me da uma comvulção por incrivel que pareça eu não fico caido no chão fico em pé ou apoiado escuto tudo vejo tudo o que esta acontecendo comigo só nao consigo falar babo muito e sinto uma descarga eletrica pulsante fortissima do lado direito da cabeça e,augumas veses sinto que vou dar uma dessas convulçoes e consigo controlar, bom fiz uma tumografia e nao apresentou nada e depois uma ressonancia que apresentou o seguinte (FOCOS DE SINAL ELEVADO EM T2 E FLAIR NA SUBSTANCIA BRANCA PERIVENTRIVULAR E CENTROS SEMI-OVAIS,SEM EVIDENCIA DE REALCE PELO MEIO VENOSO, DE ASPECTO INESPECIFICO) E (PEQUENA AREA DE HIPERSINAL EM T2 E FLAIR JUNTO A PORÇÃO POSTERIOR DA CABEÇA DO NUCLEO CAUDADO ESQUERDO NÃO HA EVIDENCIAS DE LESOES ISQUEMICAS RECENTES NA PONDERAÇÃO DIFUSÃO.
ACENTUAÇÃO DOS SULCOS CORTICAIS E CISTERNAS BASAIS DE AMPLITUDE NORMAL.
CEREBELO E TRONCO CEREBRAL SEM ALTERAÇOES.
IV VENTRICULO ANATOMICO).
não apresentei isso ao meu medico e peço ao senhor que possa me diser o que pode estar aconteçendo ou o que significa isto pois não estou podendo trabalhar pois tambem as veses estou converçando e perco a fala e não entendo nada que estou ouvindo das pessoas por alguns segundos por favor o que pode estar acontecendo comigo!?

Darly disse...

Dr.bom dia comecei a ter comvulçoes no inicio de 2009 fui ao medico mas nao falarão o que eu tinha começei a tomar tegretol e diazepam fui levando a vida mas as comvulçoes nao paravao principalmente quando passava augum tipo de nervoso na maioria das veses elas me davão dormindo e agora quando me da uma comvulção por incrivel que pareça eu não fico caido no chão fico em pé ou apoiado escuto tudo vejo tudo o que esta acontecendo comigo só nao consigo falar babo muito e sinto uma descarga eletrica pulsante fortissima do lado direito da cabeça e,augumas veses sinto que vou dar uma dessas convulçoes e consigo controlar, bom fiz uma tumografia e nao apresentou nada e depois uma ressonancia que apresentou o seguinte (FOCOS DE SINAL ELEVADO EM T2 E FLAIR NA SUBSTANCIA BRANCA PERIVENTRIVULAR E CENTROS SEMI-OVAIS,SEM EVIDENCIA DE REALCE PELO MEIO VENOSO, DE ASPECTO INESPECIFICO) E (PEQUENA AREA DE HIPERSINAL EM T2 E FLAIR JUNTO A PORÇÃO POSTERIOR DA CABEÇA DO NUCLEO CAUDADO ESQUERDO NÃO HA EVIDENCIAS DE LESOES ISQUEMICAS RECENTES NA PONDERAÇÃO DIFUSÃO.
ACENTUAÇÃO DOS SULCOS CORTICAIS E CISTERNAS BASAIS DE AMPLITUDE NORMAL.
CEREBELO E TRONCO CEREBRAL SEM ALTERAÇOES.
IV VENTRICULO ANATOMICO).
não apresentei isso ao meu medico e peço ao senhor que possa me diser o que pode estar aconteçendo ou o que significa isto pois não estou podendo trabalhar pois tambem as veses estou converçando e perco a fala e não entendo nada que estou ouvindo das pessoas por alguns segundos por favor o que pode estar acontecendo comigo!?
( email- darly-filho@bol.com.br )

Luciana disse...

Olá Dr. Gostaria de obter sua ajuda, meu esposo teve um apagão (desmaio) há 4 meses, e há 15 dias teve uma convulsão, na tomografia deu tudo normal, e a ressonância deu o seguinte resultado: presenca de hipersinal periventricular nas consequencias ponderadas em t2 e FLAIR, sugestivo de enfermidade desmielinizante de provavel natureza vascular. Gostaria de saber o que significa?! POr favor, me ajude! Que Deus te abençoe! Luciana

Tatiana disse...

Boa Tarde Dr. Leonardo, gostaria de solicitar a sua opinião a cerca da RM de paciente masculino, 36 anos, apresentando sequencia Flair area minima com sinal hipertensivo quase puntiforme, subcortical fronta posterior paramediana esquerda evidente na sequencia flair e com carater inespecífico, podendo ter correlação com area minima de gliose ou desmielinização; Imagem com sinal hiperintenso na sequencia IR, não captando agente paramagnetico e com conteudo liquido com dimensões minimas na região da substancia branca parietal direita, sugerindo provavél sequela de lesão prévia com dimensões restritas.
Desde já agradeço, e parabenizo seu blog e toda sua dedicação.

Maria Augusta disse...

Boa noite,
Estou com paciente de 4 anos, trazido pelo pai, quando na consulta observo problemas marcantes de dicção. Questionando mais, falou-me de uma queda de escada com 1 ano. Conclusão, após RNM, apresentou gliose por microangiopatia. Já encaminhei para o neuro, fono e neste caso vc acha importante uma avaliação psiquiatrica de imediato?
Grata
Maria Augusta

Anônimo disse...

O QUE DIZER DE UM RESULTADO DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO CRÂNIO COM CONTRASTE (GADOLÍNIO), COM O SEGUINTE LAUDO.:l Lesão córtico-subcortical fronto-parietal esquerda,com sinal semelhante ao líquor, circundada por gliose, determinando alargamento dos sulcos adjacentes, compatível com área de encefalomalácia.

Anônimo disse...

apos exame (ressonância magnetica)de controle de exerése tumoral (meningeoma microcístico) foi feito o seguinte laudo.;
Paciente com passado de cirurgia neurológica em temporal esquerdo. Submetido a cirurgia neurológica para exerése de meningeoma. Apresenta exame neurológico normal e EEG com base também normal, encontra-se apto a exercer sua profissão como motorista. ao alto da página estva o seguinte CID.: CID 10
C 729... O QUE QUER DIZER ISSO?????.

Anônimo disse...

No dia 11/07, tive um piripaque onde eu trabalho, fui para o PS, tudo comecou com meu olho esquerdo, com manchas que deixaram a minha visao turva, depois perdi a forca no corpo inteiro, e nao conseguia nem falar. Ao chegar no Ps, tive uma forte dor de cabeca. Fui medicada com um grande coquetel de remedios e melhorei. Fui procurar um oftalmo e disse que estava tudo bem com a pressao dos olhos, porem, pediu que eu fosse ate um neurologista para averiguar melhor. Fui ao medico e ele pediu uma RM com contraste.
Enquanto isso, como estava passando por um momento de forte stress, o medico me receitou o Zetrom. Fui pegar o resultado e o meu medico examinou as imagens, disse que esta tudo dentro da normalidade, porem, no laudo consta a seguinte informação: Imagem puntiforme de alteração de sinal na substancia branca subcortical frontal direita de carater inespecifico, podendo corresponder a zona de gliose/mocriangiopatia. O meu medico disse que vamos repetir o exame daqui a 6 meses. e disse que tem informações que deixam a duvida, como a palavra inespecifico e podendo. Noto que tenho lapsos de memoria, que esqueco algumas coisas, não sei se isso eh por causa do stress.. me ajuda, acham que deveria visitar outro medico, para ouvir uma segunda opiniao ?

Yara disse...

Oi dr. Leonardo, me chamo Yara e tenho uma filha de 4 anos, que começou a apresetar crises convulsivas em janeiro deste ano. Foi feito eletro que acusou um ponto convulcional e um ressonancia que acusou gliose/desmielinização. As crises estão difíceis de controlar. Gostaria de maiores informações sobre este problema. Ela esta tomando 6ml de trileptal 2x ao dia.

Obrigada

Marco disse...

Ultimamente tenho percebido uma sensação de embriaguez muito frequente, com falta de atenção e alguns esquecimentos chatos, alem minha dicção ter tido uma alteração (percebida só por mim mesmo de tão sensível). Fui ao neuro que pediu uma RM. No laudo deu:

"Diminuto foco de alteração de sinal subcortical em lobo frontal direiro, medindo 0,6cm, caracterizado por alto sinal em T2 e FLAIR baixo em T1, sem realce pelo produto de contraste sem restrição a difusão, de aspecto inespecífico, de possível natureza residual". Minha consulta ainda vai demorar. O que significa isso Dr. Loonardo?

Anônimo disse...

Olá! Fiz uma RM de encéfalo e saiu uma resultado que eu gostaria que me fosse esclarecido antes de leva-lo no medico que irá demorar e isto esta me deixando ansiosa.
(PEQUENOS FOCOS DE HIPERSINAIS T2 NA SUBSTNACIA BRANCA NOS LOBOS FRONTAIS. O que quer dizer isto? Obrigada pela atenção! Sonia

VALDECI disse...

Olá, Dr., fiz uma rm e o resultado indicou microleucoangiopatia incipiente e como nota da rm estava pansinusopatia inflamatória. Seria possível comentar sobre o resultado acima, desde já, agradeço. Valdeci

sandra regina p de santana disse...

Peguei hoje o resultado da tc do meu marido e deu uma "Mínima hipodensidade periventricular difusa, podendo corresponder a desmielinização/gliose de provável natureza microangiopática." " Calcificações parietais nos sifões carotídeos e artérias vertebrais. Gostaria de saber qual prejuízo isso trará a saúde dele, uma vez que ele está apresentando diminuição da memória, irritação e mudança de humor, tremores nas mãos, tonturas dificuldade cognitiva. fico grata pela ajuda. Sandra Regina

Arte em brinquedos disse...

Resultado de TC do crânio, da minha mãe com 68 anis: acentuação dos sulcon corticais, notadamente parietais altos e cissuras laterais. Discreta hipodensidade da substância branca peri-ventricular. O médico diagnosticou como Alzeimer e já iniciou tratamento, mas ela não tem sintomas de esquecimento.... Teria outro exame a fazer?

Carla disse...

Boa tarde Dr. Leonardo! O que é foco de gliose INTRAMEDULAR???

Alexandre disse...

O que significa lacuna isquêmica crônica nucleocapsular à direita?
Meu filho de 12 anos fez uma ressonância e deu isso. O prto dele foi muito complicado na época e hoje tem a síndrome do toque.

Renata disse...

Quero saber exatamente o que é "Pequenos focos de alteração do sinal (hipersinal em Flair T2) no tronco cerebral, notadamente na ponte, de provavel natureza sequelar isquêmica.
Obrigada!
Renata

Anônimo disse...

Ola Bom Dia
Queria seber se existe relação entre Libirintite e Gliose ou isquemia, a uns 3 meses tive duas crises fortes de labirintite e ontem 29/08, recebi o resultado de uma RM, onde apresentou Gliose ou Isquemia.
Gostaria de saber sua opinião, Obrigado. ROBERTO

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 243   Recentes› Mais recentes»